Santa Cruz: todas as forças empenhadas para evitar que a queda se consuma neste sábado

Apenas uma derrota separa o Santa Cruz, que enfrenta o Internacional, da iminente queda para Série B

José Eduardo CardozoJosé Eduardo Cardozo - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Santa Cruz pode sair da partida deste sábado (29), no estádio Beira-Rio, diante do Internacional, às 17h30 (horário do Recife), rebaixado. A questão é matemática, e apenas uma derrota separa o time da degola. Com os 23 pontos conquistados até o momento na Série A do Campeonato Brasileiro, os tricolores - se obterem um resultado negativo no Rio Grande do Sul - teriam apenas 15 pontos em disputa até o final da competição. E, caso alcance 100% de aproveitamento, ainda assim, a pontuação coral seria inferior ao dos primeiros adversários fora da Z4. Cenário nada favorável para uma partida que marcará a estreia do técnico interino Adriano Teixeira.

Atual lanterna da Série A, o Santa Cruz chega para o jogo com seis vitórias, dois empates e 21 derrotas. O aproveitamento da equipe é de 24%. Já o Internacional está um degrau acima da zona de rebaixamento, com 37 pontos. Os gaúchos chegaram a 38,5% de aproveitamento, com dez vitórias, sete empates e 15 derrotas. Como mandante, a equipe venceu oito das 16 partidas disputadas. Os corais, como visitantes, foram derrotados 11 vezes e conseguiram apenas uma vitória, nos mesmos 16 jogos.

Pela primeira vez, Neris e Luan Peres jogarão juntos na zaga do Santa Cruz. O titular Danny Morais contraiu caxumba e deve ficar de fora por cerca de 15 dias. A falta de entrosamento das peças, no entanto, não tem preocupado o técnico Adriano Teixeira.

Segundo o treinador, os dois podem nunca ter jogado juntos, mas treinaram durante a semana. “Um conhece o outro. São dois jogadores inteligentes. Neris, a gente já conhece a qualidade. E Luan vem em um crescimento. Tenho certeza que eles vão fazer um bom jogo”, disse o comandante.

Outras alterações serão promovidas no sistema defensivo do Santa Cruz para o encontro com o Internacional. Na lateral direita, Vítor voltará a jogar após mais de três meses. Na esquerda, Roberto vai para o segundo jogo como titular, desde a chegada ao Arruda, porque Allan Vieira está machucado. Com isso, o meio de campo tricolor acabou ganhando o reforço de Léo Moura, que atuará ao lado de Uillian Correia, Derley e João Paulo.

Uma solução para encarar a partida com maior tranquilidade, inclusive, foi destacada pelo meia João Paulo. “Temos de tentar tirar um pouco isso (a posição de lanterna) da cabeça. Sabemos que a situação é difícil e temos de tirar esse peso. Se for possível, podemos até jogar com um pouco menos de responsabilidade. Se isso acontecer da melhor maneira possível, podemos jogar até melhor”, afirmou o jogador.

As pistas coloradas para encarar os corais

O técnico Celso Roth deixou pistas sobre qual a equipe que enfrentará o Santa Cruz, neste sábado. Em um trabalho tático, ontem, William, Alex e Eduardo Sasha formaram uma linha de três meias, atrás do atacante Vitinho. Esta, inclusive, deve ser a composição do setor ofensivo colorado.

A defesa, apesar de não ter sido esboçada no treino, não deve ter mistério. O volante Fabinho é o mais cotado para substituir Anselmo, suspenso. O restante do setor defensivo deve ser o mesmo que começou o Gre-Nal.

Ao divulgar a lista de relacionados com a presença de Ariel, Celso Roth pôs fim a uma antiga baixa do Inter. Recuperado de uma microlesão na perna direita, o argentino volta a integrar a delegação do Colorado dois meses após sua última partida pelo clube, contra o Sport, no empate em 1x1 na Ilha do Retiro, em 28 de agosto.

Apesar do retorno, Ariel iniciará a partida no banco de reservas. Até o momento, o argentino atuou em nove jogos pelo Colorado, com apenas um gol marcado, contra a Ponte Preta, no empate em 2x2 no Moisés Lucarelli, ainda com Falcão.

Veja também

Lewis Hamilton conquista pole position no GP de Portugal
Fórmula 1

Lewis Hamilton conquista pole position no GP de Portugal

Real Madrid vence Barcelona no Camp Nou e joga pressão para o rival
Futebol

Real Madrid vence Barcelona no Camp Nou e joga pressão para o rival