Santa Cruz visita Indenpendiente Medellín pela Sul-Americana

Tricolor refuta falta de empenho com torneio, indicado como fundamental na temporada

Concerto Didático da Banda Sinfônica do RecifeConcerto Didático da Banda Sinfônica do Recife - Foto: Divulgação

Primeiro foi o meia João Paulo e o atacante Ke­no. Ambos desembarcaram no Recife, enquanto o elenco seguia viagem para Medellín, na Colômbia. Depois acabou confirmado que o lateral-direito Léo Moura também não iria enfrentar o Independiente/COL, às 21h45 desta quarta-feira (21), no estádio Atanasio Girardot Sports Complex. A ausência de tais peças gerou desconfiança no torcedor tricolor quanto ao real comprometimento do clube em relação à Copa Sul-Americana. Na última terça-feira (20), a diretoria coral tentou se justificar, apontando aspectos físicos como motivo para que os atletas fossem “poupados”. Pouco colou, e o mal-estar foi mantido.

Muitas foram as vezes que a diretoria do Santa Cruz a­pontou a permanência no Brasileirão como o foco principal do clube. Privilegiar a competição em detrimento à Copa Sul-Americana seria apenas uma consequência do planejamento. Chegou-se, inclusive, a cogitar uma equipe mista já nos duelos contra o Sport, pela segunda fase do tor­neio. Algo que não se confirmou, afinal a situação se mostrou favorável após o empate em 0x0 no primeiro jo­go, com o confronto na íntegra valendo 300 mil dólares (qua­se R$ 1 milhão). Apesar de a classificação ter sido asse­gurada, o cenário tricolor na 1ª Divisão não sofreu alterações, com o time ainda afunda­do na Z4.

Logo após a derrota por 3x2 para o Santos, no último domingo, o próprio técnico Doriva afirmou que pensava em poupar atletas para a Sul-Americana. Quis o “destino” que os três principais atletas tricolores fossem os escolhidos. Léo Moura é o segundo melhor atleta do elenco coral em número de assistências para gol, com três ao todo. João Paulo é o dono do meio de campo, atuando em funções defensivas e ofensivas. E Keno vive ótima fase, comprovada com os dois gols anotados no último jogo, além de ser a peça principal na construção de jogadas ofensivas.

Alguns aspectos apontam para um erro coral não levar a Copa Sul-Americana tão a sério. De fato, o jogo contra o Independiente Medellín não será fácil. Mas ele não será decidido apenas hoje. Uma classificação encheria os bolsos tricolores com mais 350 mil dólares. Além disso, a permanência na Série A só será possível se o Santa Cruz fizer mais 23 pontos nos próximos 13 jogos - ou seja, vencer sete partidas e empatar mais duas. Tal dificuldade revela uma provável Série B em 2017.

“A diretoria do Santa Cruz Futebol Clube e a comissão técnica dirigida pelo técnico Doriva têm a exata noção da importância da disputa da Copa Sul-Americana para a história e para o atual momento do clube. A decisão de não contar com João Paulo, Keno e Léo Moura resultam exatamente do entendimento de que a Sul-Americana está em primeiro plano”, diz nota divulgada, ontem, pela diretoria do clube. “Os três jogadores não estão sendo poupados. Por decisão da comissão técnica, do departamento médico e dos preparadores físicos, foi decidido que, nas últimas partidas, haveria risco de não possuírem condições para o jogo de volta.”

FICHA DE JOGO

INDEPENDIENTE MEDELLÍN
Gonzalez; Mosquera, Saiz, Hernán Pertúz e Arias; Moreno, Cabezas, Piedrahita e Molina; Hechalar e Caicedo. Técnico: Leonel Álvarez

SANTA CRUZ
Tiago Cardoso; Derley, Neris, Danny Morais e Allan Vieira; Uillian Correia, Jadson e Mazinho; Pisano, Arthur e Bruno Moraes (Grafite). Técnico: Doriva

Local: Atanasio Girardot Sports Complex, em Medellín (COL)
Horário: 21h45. Árbitro: Raúl Orosco (FIFA/BOL). Assistentes: Juan Montaño e José Antelo (Ambos BOL). Transmissão TV: Rede Globo, FOX Sports e SporTV

Veja também

Sem casos no Sport, Jair se solidariza com Kleina e Martelotte, diagnosticados com Covid
Sport

Sem casos no Sport, Jair se solidariza com Kleina e Martelotte, diagnosticados com Covid

Focado, Bileu busca se firmar entre os titulares à beira de fase decisiva
Santa Cruz

Focado, Bileu busca se firmar entre os titulares à beira de fase decisiva