Pipico em ação diante do Operário/PR
Pipico em ação diante do Operário/PRFoto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

A meta do Santa Cruz era construir uma vantagem de dois gols de diferença, mas o 1x0 conquistado no sofrimento sobre o Operário/PR, no estádio do Arruda, pelo jogo de ida do mata-mata válido pelas quartas de final do Campeonato Brasileiro da Série C, foi valorizado pelo elenco tricolor. Após a vitória, os jogadores comemoraram o resultado após o apito final do árbitro. Por outro lado, os atletas preveem dificuldades em Ponta Grossa, local do confronto de volta.

Leia também:
Na raça, Santa bate Operário e sai na frente nas quartas
Herói improvável, Vítor nunca havia marcado gol de falta
Santa coloca seu maior público e bate recorde em Pernambuco


“Sabemos que a equipe deles tem qualidade. E por isso essa vitória no Arruda foi muito importante. O segundo jogo vai ser muito difícil e temos que ter uma semana boa de treinamentos para fazer o melhor lá", declarou o atacante Pipico, artilheiro do Santa na Série C, com seis gols marcados.

O meia Carlinhos Paraíba alertou sobre as qualidades do adversário, principalmente quando atua dentro de casa. Inclusive, o Operário/PR está invicto como mandante na temporada 2018, com 15 vitórias e três empates no estádio Germano Krüger.

“Eles possuem uma equipe muito cascuda e vieram aqui no Arruda para tomar poucos gols. Mas fizemos a nossa parte e agora vamos buscar essa classificação na casa deles", comentou o experiente camisa 12.

A um empate do acesso à Série B, o Santa Cruz volta a medir forças com o Operário/PR no próximo domingo (26), às 15h, em Ponta Grossa.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: