Executivo de futebol do Santa Cruz, Luciano Sorriso, concedendo entrevista coletiva
Executivo de futebol do Santa Cruz, Luciano Sorriso, concedendo entrevista coletivaFoto: Santa Cruz/Jota Santana

Para fechar o primeiro ciclo de contratação, o Santa Cruz ainda busca mais dois reforços para a temporada 2019. O executivo de futebol do clube, Luciano Sorriso, voltou a dizer que a prioridade é um meio-campista, mas não revelou a outra posição, que deve ser um goleiro após empréstimo do prata da casa Lucas Silva para o Vitória das Tabocas/PE. O gerente remunerado tricolor não estabeleceu um prazo para o desfecho das negociações.

“Estamos atentos ao mercado a todo o momento, até porque o Santa não pode fechar portas. Mas vai chegar uma hora em que vou dizer: ‘a partir de agora, contratação só em caso especial’. Confesso que estamos procurando mais duas posições, mas umas delas vou deixar em aberto. Um é meia e tem mais um. Esperamos o mais rápido trazer esses dois contratados”, declarou o dirigente tricolor.

Na semana passada, o diretor Luciano Sorriso contou que o Santa chegou a negociar com quatro meias, um deles foi Pedro Carmona, ex-Náutico e que acertou com o Novorizontino/SP para a disputa da elite do Campeonato Paulista. O executivo de futebol adiantou que o clube abriu novas conversas com outros nomes, mas

“Assim como o torcedor, nós também estamos ansiosos para trazer o mais rápido possível o meia, mas mantemos os pés no chão. Gostaríamos muito de ter contado com (Pedro) Carmona. Entramos em contato, conversamos, mas não deu certo. Falo até isso como resposta ao torcedor que tem cobrado. Então, vamos em busca de um próximo nome. Temos algumas conversas, mas nada certo. Esperamos o mais rápido possível, para ontem, trazer esse meia para encerrar uma posição que a gente está vendo que tem carência”, afirmou Sorriso.

Até agora, o Santa Cruz anunciou oficialmente 14 reforços: goleiro Anderson; zagueiros Vitão, William e Anderson; laterais Bruno Ré, Marcos Martins, Raphael Soares e Cesinha; volantes Diego Lorenzi, Lucas Gonçalves; meias Luiz Felipe e Allan Dias; atacantes Neto Costa e Jô. Ainda no ano passado, o dirigente Luciano Sorriso disse que o clube contrataria de nove a dez jogadores no primeiro ciclo, mas ultrapassou o “limite” e o número de contratados vai subir para 16.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: