Base do Santa Cruz, categoria Sub-20
Base do Santa Cruz, categoria Sub-20Foto: Santa Cruz/divulgação

Além da contratação do técnico Paulo Massaro, o Santa Cruz também vai trazer um preparador físico para o Sub-23 do clube, que disputará o Campeonato Brasileiro de Aspirantes. De acordo com o executivo de futebol Luciano Sorriso, apenas o preparador de goleiros do Sub-20 (Maciel) foi integrado à comissão técnica. Em entrevista coletiva, o gerente remunerado tricolor explicou o motivo de contratar novos profissionais para a categoria.

“Não vamos usar a comissão (técnica) do Sub-20, até porque está muito defasada. O único que vai ser reutilizado é o preparador de goleiros. Vamos contratar também um preparador físico junto com o Paulo Massaro. Vamos fazer essa parceria para que a gente tenha êxito nessa competição”, declarou o diretor coral.

Leia também: 

Santa Cruz contrata ex-jogador como técnico do Sub-23 

Santa e Sport aceitam convite e estreiam em casa no Sub-23 

Santa Cruz volta a ser convidado para o Brasileiro Sub-23  

No ano passado, por exemplo, o Santa promoveu o técnico Rômulo Oliveira para o Sub-23 após a saída de Dutra. Além disso, o treinador também ficou à frente do Sub-20. No início deste ano, ele deixou o clube e o comandante Thiago Farias subiu do infantil para os juniores.

Preparação

O Sub-23 dá o pontapé inicial nesta quinta-feira (16). O local dos treinamentos ainda será confirmado pelo Santa Cruz. A estreia do clube na competição está marcada para o dia 24 deste mês, contra o Ceará, no estádio do Arruda, às 15h, pelo Grupo A. O clube tem uma semana para treinar até a rodada de abertura da competição. 

Elenco

Segundo o novo treinador da categoria, Paulo Massaro, reforços serão contratados para a disputa do Brasileirão de Aspirantes. Alguns garotos do Sub-20 também irão ser integrados ao grupo, assim como jogadores que estão sem espaço no elenco principal. O clube aposta na mescla de atletas. A categoria Sub-23, inclusive, funciona como um elo entre o profissional e as divisões de base dos clubes, além de abrir espaço para atletas acima dos 23 anos.

O seguinte artigo do regulamento também está mantido para a edição de 2019: “Será permitida a utilização de até um (1) goleiro e três (3) atletas de linha com idade superior a 23 anos”. Esta edição é voltada para jogadores nascidos a partir de 1996, com no máximo oito que nasceram a partir de 2000.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: