Didira disse não saber se retornará ao Santa Cruz
Didira disse não saber se retornará ao Santa CruzFoto: Rafael Melo / Santa Cruz

O meia Didira não compareceu ao CT Ninho das Cobras na última segunda-feira, e desde então, teve o retorno adiado. Aguardado pela direção, o recém-contratado não apareceu novamente nesta quinta-feira. A justificativa é que ele está em Alagoas para ficar próximo do parente que se encontra com problemas de saúde. Apesar da preocupação da torcida tricolor, especialmente pelo passado recente ser desfavorável com o cenário – como foi Zé Carlos, que faltou alguns treinos para visitar a avó doente e não voltou mais – o Executivo de futebol Nei Pandolfo demonstra tranquilidade com o andamento do episódio.

Em entrevista à Folha de Pernambuco, Pandolfo enfatizou que o clube está seguindo os acontecimentos e oferecido assistência ao jogador, sendo aguardado o quanto antes. “É um atleta que vem com a gente e tem os compromissos ajustados. Tem um problema familiar, hoje voltou ao hospital com o pai. Nós estamos dando todo o suporte e sustento para que ele resolva o mais rápido possível e que retorne para a gente. Essa é a nossa expectativa.”

Ao jornalista Thiago Omena, da rádio CBN Alagoas, o meia pôs em dúvida o seu retorno ao Recife e, consequentemente, a sua continuidade no Tricolor em virtude da situação. “No momento, não sei (se volta ao Santa Cruz) devido a tudo o que está acontecendo”, resumiu o atleta, oficializado como novo reforço do Santa Cruz em 23 de dezembro. Vale lembrar que Julio Romão, Diogo e Pedro Maycon, outros contratados para 2020, não agradaram ao técnico Itamar Schulle e negociam saída por empréstimo.

Leia também:

Em Alagoas, Didira põe em dúvida retorno ao Santa 

Para viabilizar nova receita, Santa planeja instalar 30 mil cadeiras no Arruda

 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: