Itamar Schulle, técnico do Santa Cruz
Itamar Schulle, técnico do Santa CruzFoto: Léo Malafaia/Folha de Pernambuco

Fora das quatro linhas, após comemorar a vitória do Santa Cruz por 1x0 em cima do ABC, pela quarta rodada da Copa do Nordeste, o técnico Itamar Schulle abriu o sorriso na coletiva pós-jogo, nesta quinta-feira (13), no Arruda. O treinador demorou mais do que o usual para a análise do jogo. E por uma boa razão: a emoção que sentiu ao ver Toty concretizar a primeira vitória do Tricolor na competição. Na ocasião, Schulle comemorou a investida bem sucedida que fez no time, proporcionando a estreia de três pratas da casa do elenco profissional.

“A equipe teve algumas mudanças necessárias. Jogadores que estrearam. Nossa equipe foi bem, fomos superiores ao adversário. Eles tentaram no contra-ataque. Tivemos o controle do jogo, criamos logo no início duas situações claras de gol. Já merecíamos a vitória. É assim: na entrega, e o santa cruz tem vivido isso. Hoje novamente uma entrega muito grande, sem desistir. Taticamente, dominamos o adversário, na minha visão, e a equipe fez por merecer para conquistar os três primeiros pontos na competição”, afirmou, declarando mais uma vez sua admiração pelo clube. “Trabalhar em um clube como o Santa Cruz é uma honra e tem que ter coração, senão, não consegue”, acrescentou.

Lançando-se ao dilema de entrar com o elenco titular ou modificar a equipe, poupando algumas peças, o comandante ficou com a primeira opção e agradeceu por isso. Os jovens João Cardoso, André e Felipe Cabeleira estrearam com a camisa tricolor e não decepcionaram. Schulle analisou a atuação dos pratas da casa, recém promovidos ao profissional.

“Ele (João Cardoso) vai se adaptando, vai melhorando, pegando experiência e maturidade. Isso tudo é construção, no dia a dia. Chegou um momento que ele cansou e tivemos que tirar. Já André é um jogador de imposição, para frente, sabe marcar e sair para o jogo. Ele fez um segundo tempo muito primoroso. Ao meu modo, foi muito bem também. (Felipe) Cabeleira é um menino mais novo, estamos trabalhando com ele, entrou bem, segurando a bola, finalizou uma bola e por pouco não fez o gol. É um menino de personalidade e na sequência dos jogos eles vão evoluir cada vez mais. Vão lembrar que estrearam vencendo”, concluiu.

Leia também:
Após susto, Itamar Schulle cita 'identidade’ para o Santa
No último minuto, Santa bate o ABC e conquista 1ª vitória na Copa do Nordeste
Aliviado, Schülle exalta esforço do Santa e justifica escalação

veja também

comentários

comece o dia bem informado: