Santa empata com Atlético/MG em movimentada partida

Duelo pouco interessava aos corais, que deram trabalho ao Galo e, por muito pouco, não saíram vencedores

Deputado estadual e candidato a deputado federal Osséssio Silva é um dos acusados por propaganda antecipadaDeputado estadual e candidato a deputado federal Osséssio Silva é um dos acusados por propaganda antecipada - Foto: Divulgação/PRB

É impossível evitar o clima melancólico do já rebaixado Santa Cruz nas últimas rodadas na Série A do Campeonato Brasileiro. As ruas próximas ao Arruda com pouca movimentação e o estádio vazio são alguns reflexos da campanha ruim em dia de jogo. Mas pelo menos em campo o time tenta deixar algo de positivo no final do ano e os 3.221 torcedores que saíram de casa num domingo à noite viram uma partida animada, com muitos gols e o empate por 3x3 do Tricolor contra o Atlético/MG. Grafite, Keno e Vitor anotaram os gols da Cobra Coral, que segue na vice-lanterna com 28 pontos, enquanto Fred, Clayton e Hyuri marcaram para o Galo, quarto colocado com 62.

A expectativa antes de a bola rolar era de um duelo monótono, com as equipes pouco dispostas em campo. Porém, o que aconteceu foi exatamente o contrário. O primeiro tempo foi bastante movimentado, com três gols e virada coral. O Galo abriu o placar logo aos cinco minutos numa bobeira da defesa pernambucana. Neris cortou mal a bola, que sobrou para Clayton chutar e Tiago Cardoso espalmar. No rebote, Fred, livre na área, apenas empurrou para o fundo das redes.

O empate tricolor não demorou a sair, embora a equipe ainda estivesse um pouco desorganizada. Aos 13, a bola bateu no braço do lateral-esquerdo Leonan e o árbitro assinalou o pênalti. Grafite foi para a cobrança e mandou no canto direito de Giovanni, que ainda pulou para o lado certo, mas não alcançou. O 1x1 animou os donos da casa em busca da virada. Grafite poderia ter marcado o segundo na noite, porém, cabeceou para fora.

A virada, no entanto, ficou guardada para sair dos pés de Keno e foi com um verdadeiro golaço. O camisa 11 avançou em diagonal e da entrada da área arrematou com categoria no ângulo esquerdo do goleiro mineiro. O Tricolor passou à frente do placar e os poucos torcedores no Arruda aplaudiram o time na descida do vestiário para o intervalo.

A pouca responsabilidade para as duas equipes na competição deixou a partida mais franca e aberta. Vale ressaltar também a fragilidade das defesas, que contribuiu para as alterações no placar. Com nove minutos da etapa complementar, Clayton recebe um bom lançamento, dominou no peito, driblou Danny Morais e chutou no canto para deixar tudo igual novamente. Contudo, o poder de reação dos donos da casa estava em alta. Na sequência, Keno cruzou, Arthur desviou e Vitor completou para o gol.

Novamente em vantagem, o Santa Cruz teve inúmeras oportunidades de ampliar o resultado. João Paulo, Keno e Grafite desperdiçaram algumas chances de dar tranquilidade ao time coral. As expulsões de Jádson e Cazares mudaram pouco o ritmo da partida. E como o Tricolor não aproveitou o bom momento, o castigo veio aos 33 minutos. Fred achou Hyuri entrando livre na área. O camisa 17 deu um leve toque sobre Tiago Cardoso e, mais uma vez, empatou o jogo. Agora, para fechar o placar em 3x3.

FICHA DE JOGO:

SANTA CRUZ 3
Tiago Cardoso; Vítor (Danilo Pires), Neris, Danny Morais e Roberto; Jadson, João Paulo e Léo Moura; Arthur (Marion), Keno e Grafite. Técnico: Adriano Teixeira

ATLETICO/MG 3
Giovanni; Marcos Rocha (Alex Silva), Edcarlos, Jesiel e Leonan; Rafael Carioca, Lucas Cândido (Thalis), Carlos Eduardo (Hyuri), Cazares e Clayton; Fred. Técnico: Marcelo Oliveira.

Local: Estádio do Arruda (Recife).
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ). Assistentes: Rodrigo Henrique Correa/FIFA e Dibert Pedrosa Moises (Ambos do RJ)
Gols: Fred (aos 5 do 2ºT), Grafite (aos 13 do 1ºT) e Keno (aos 30 do 1ºT); Clayton (aos 9 do 2ºT), Vitor (aos 13 do 2ºT) e Hyuri (aos 33 do 2ºT).
Cartões amarelos: Danny Morais, Néris e Jadson (Santa Cruz)
Cartõesvermelhos: Jadson (Santa Cruz); Cazares (Atlético /MG)
Público: 3.221. Renda: R$ 18.125,00

 

Veja também

Flamengo vence Fluminense no primeiro jogo da decisão do Carioca
Futebol

Flamengo vence Fluminense no primeiro jogo da decisão do Carioca

Com dois de Neymar, PSG faz nove em amistoso
Futebol Internacional

Com dois de Neymar, PSG faz nove em amistoso