Santa não deve trazer executivo remunerado de futebol

Clube procurará “profissional da casa” para a função em 2017

Deputado Federal Raul Henry é um dos integrantes a Comissão sobre Bolsa Família da Câmara FederalDeputado Federal Raul Henry é um dos integrantes a Comissão sobre Bolsa Família da Câmara Federal - Foto: Paullo Allmeida/ Folha de Pernambuco

O Santa Cruz não deve trazer um executivo de futebol remunerado para trabalhar no processo de contratações do clube para 2017. De acordo com o diretor coral, Roberto Freire, no lugar de trazer alguém para o cargo, o Tricolor buscará um nome que já está na Instituição.

“Nós vamos assumir algumas atividades que fariam parte do conjunto de atribuições desse diretor remunerado. Nesse modelo novo, vamos observar se temos alguém da casa que possa fazer essa função. A ideia é promover alguém da comissão técnica”, afirmou Freire.

Recentemente, o Santa trouxe dois profissionais para ajudarem tanto nas negociações como na resolução de questões estruturais do clube: Roberto Freire e Vítor Tavares. Vale recordar que o Santa ficou perto de anunciar no mês passado o nome de Sidclei Menezes para a função de executivo de futebol, mas a contratação não foi efetivada.

Veja também

Morre de Covid-19 Ruth, campeã mundial de basquete com o Brasil, aos 52
LUTO

Morre de Covid-19 Ruth, campeã mundial de basquete com o Brasil

Salgueiro não participará da Série D 2021 e será substituído pelo Central
Campeonato Brasileiro

Salgueiro não participará da Série D e será substituído pelo Central