Esportes

Santa tenta acabar com oscilação para se recuperar na Série C

Com três eliminações sofridas, o ano de 2019 do clube pode ser salvo com o acesso à Série B do Campeonato Brasileiro

Técnico Leston Júnior em entrevista coletiva, no estádio do ArrudaTécnico Leston Júnior em entrevista coletiva, no estádio do Arruda - Foto: Daniel Lima/Folha de Pernambuco

Tudo ou nada! Só resta o Campeonato Brasileiro da Série C para o Santa Cruz, que acumula insucessos na atual temporada. Com três eliminações - quartas de final do Campeonato Pernambucano (Afogados da Ingazeira), semifinal da Copa do Nordeste (Fortaleza) e quarta fase da Copa do Brasil (Fluminense) -, o ano de 2019 do clube pode ser salvo com o acesso à Série B, principal objetivo. Para alcançar o feito, o técnico Leston Júnior tem como meta acabar com a oscilação do Tricolor o mais rápido possível.

“Essa variação nos deixa preocupado porque ela não pode acontecer, principalmente na Série C, que é o campeonato mais importante para o clube. Agora todas as outras competições acabaram e o nosso foco é total no Brasileiro. Com a qualificação do elenco, a gente pode ficar ainda mais forte em busca desse tão sonhado acesso”, declarou o treinador, em entrevista coletiva.

Com o péssimo início no Brasileirão - empate em 2x2 com o Treze/PB na estreia, no estádio do Arruda, e goleada sofrida para o Ferroviário por 3x0, na Arena Castelão -, o Santa precisa se recuperar imediatamente para sair da vice-lanterna da chave (9ª colocação, com apenas um ponto). Pela frente, a Cobra Coral tem um duro desafio diante do finalista da Copa do Nordeste, o Botafogo/PB. O duelo entre pernambucanos e paraibanos será disputado na próxima segunda-feira (13), no estádio Almeidão, em João Pessoa, pela terceira rodada do Grupo A da Série C.

O que chama a atenção é a queda drástica de produção do time de um jogo para o outro. O problema tem sido recorrente: contra o Fluminense, no Arruda, pela Copa do Brasil, a atuação da equipe do técnico Leston Júnior foi convincente, mas na partida seguinte, ante o Treze/PB, em casa, pela Série C, o desempenho acabou sendo negativo, assim como no confronto com o Ferroviário/CE. Já diante do Fortaleza, a Cobra Coral se comportou bem dentro de campo. Nos primeiros movimentos da temporada, a oscilação do Santa Cruz era considerada como algo natural porque o elenco começou praticamente do zero, mas agora é matar ou morrer.

Leia também:
Cesinha e Jeremias são resgatados no Santa Cruz
Santa dá folga ao elenco, espera retornos e já tem desfalque

Veja também

Bia Haddad leva Brasil às semifinais de duplas no Aberto da AustráliaTênis

Bia Haddad leva Brasil às semifinais de duplas no Aberto da Austrália

'Ano de afirmação na minha carreira', fala Alanzinho sobre temporada com a camisa do SportSport

'Ano de afirmação na minha carreira', fala Alanzinho sobre temporada com a camisa do Sport