A-A+

Santa viaja ao Centro-Oeste para grande desafio na Copa do Brasil

O Tricolor embarcou nesta segunda-feira para o Mato Grosso, onde enfrenta o Operário Várzea-Grandense nesta quarta (05), pela primeira fase da Copa do Brasil

Maycon Cleiton, goleiro do Santa CruzMaycon Cleiton, goleiro do Santa Cruz - Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

Mirando estrear com o pé direito em uma das competições mais importantes do ano, o Santa Cruz embarcou nesta segunda-feira (03) para Cuiabá, onde enfrenta, na próxima quarta-feira (05), o Operário Várzea-Grandense, pela primeira fase da Copa do Brasil, às 21h30, na Arena Pantanal. Já na disputa de duas competições, a Cobra Coral tem no certame nacional um desafio duplo: lidar com o desgaste físico e avançar de fase para embolsar R$ 650 mil, além dos R$ 540 mil que já tinha de direito pela participação na primeira fase. Com a vantagem de jogar pelo empate fora de casa, Itamar Schulle viajou com força máxima à disposição.

Não é de hoje que chegar longe na Copa do Brasil passou a ser uma das ambições mais ferrenhas do Santa Cruz. O motivo para isso, no entanto, não se resume às quatro linhas. É na competição nacional que a Cobra Coral pode começar o ano financeiramente mais estável, tendo inclusive o avanço no certame como uma das prioridades do ano. Por jogar a primeira fase longe de casa, o Tricolor precisa apenas de um empate para avançar à fase seguinte. Caso o resultado positivo seja alcançado, os comandados de Schulle garantem a quantia que pode ajudar, minimamente, a desafogar os cofres do Mais Querido.

Sabendo da missão que tem em mãos, o jovem goleiro Maycon Cleiton, integrado ao elenco profissional junto a Patrick Nonato, citou a responsabilidade de guardar as traves no primeiro compromisso da equipe coral no torneio e ainda por cima em Cuiabá, sua terra natal.

“Vou jogar em casa e a família vai em peso para assistir e torcer bastante por nós. Não só eu como todo grupo sabe da importância do jogo para a sequência do ano. Quando se trata de responsabilidade, a responsabilidade é geral. Claro que ali atrás eu tenho o compromisso de segurar para a gente não tomarmos gol, porque sabemos que não tomando gol estamos classificado. A gente vem trabalhando firme e forte para dar tudo certo”, garantiu o jovem arqueiro de 21 anos, que vem sendo um dos destaques da equipe comandada por Itamar Schulle neste início de temporada.

O Tricolor viajou com 20 relacionados, entre eles, o lateral-direito de origem Augusto Potiguar, que vem atuando como ponta. O jogador ficou fora dos dois últimos jogos do Santa Cruz - contra Bahia e CRB - devido a uma lesão, mas deve ser um dos titulares na equipe escalada por Itamar, que deve contar com força máxima para o primeiro grande desafio do time no ano.

Leia também:
Santa vence o Vitória/PE e reassume liderança do Estadual
Copa do Brasil tem datas e horários definidos
Pipico recebe chuteira de ouro por artilharia na Copa do Brasil

 

Veja também

Em briga direto pelo G4, Náutico encara o Vasco
Futebol

Em briga direto pelo G4, Náutico encara o Vasco

Neymar se recupera e pode atuar no duelo PSG x Olympique Marseille
Futebol Internacional

Neymar se recupera e pode atuar no duelo PSG x Olympique Marseille