Futebol

Nos pênaltis, Santa supera Náutico e está na final do Estadual

Maycon Cleiton pegou as cobranças de Thiago e Djavan, garantindo a vaga do Tricolor na decisão; adversário sairá do jogo entre Salgueiro e Afogados

Maycon Cleiton defende o último pênalti e coloca o Santa na final do EstadualMaycon Cleiton defende o último pênalti e coloca o Santa na final do Estadual - Foto: Rafael Melo/SCFC

Há um ano, Santa Cruz e Náutico disputaram nos pênaltis uma classificação na Copa do Brasil. O Tricolor levou a melhor. História que se repetiu neste quarta (29). Após 0x0  no tempo normal, na Arena de Pernambuco, pela semifinal do Campeonato Pernambucano, a Cobra Coral superou o Timbu nas cobranças, por 7x6, e está na final do torneio. O  adversário sairá do confronto entre Salgueiro e Afogados, na quinta (30), no Cornélio de Barros.

Com quase o dobro de posse de bola no começo da partida, o Santa Cruz só não obteve mais espaço para transformar o volume em chances perigosas porque o Náutico adotou uma postura mais retraída, reforçando a marcação em Paulinho, principal peça de transição entre defesa e ataque dos tricolores. Por 20 minutos, o confronto não fez jus ao seu apelido histórico. A metade final dos primeiros 45 minutos, contudo, trouxe um pouco mais de ação.

Após a primeira boa oportunidade da partida, em cabeça de Jorge Henrique, o jogo ficou mais quente. O Santa respondeu com um chute de Didira na trave, após saída errada de Jefferson. Thiago quase marcou um belo gol em toque colocado na entrada da área. O Tricolor assustou com a falta  cobrada por Toty. Um "lá e cá" que não foi capaz de alterar o zero do placar.

O Náutico do segundo tempo foi diferente. Ofensivo, mas sofrendo a falta de sintonia do trio de ataque, que colecionava erros em domínio e passe. De falta, Thiago chegou perto, mas Maycon Cleiton fez boa defesa. Justo quando o Timbu estava melhor, foi o Tricolor que teve a grande chance do confronto. Jeremias chutou e a bola bateu na mão de Carlão. Pênalti mal cobrado por Pipico e defendido por Jefferson.

Com o 0x0 no tempo normal, a vaga na final do Pernambucano foi decidida nas penalidades. E foram muitas: 16 ao todo. Fabiano perdeu para o Santa, mas Maycon pegou as cobranças do Náutico de Thiago e Djavan, garantindo o Tricolor na disputa pelo título.

Ficha do jogo

Santa Cruz 0 (7)

Maycon Cleiton; Toty, Danny Morais, William Alves (Célio) e Fabiano; André, Paulinho e Didira (Tinga); Derlis (João Cardoso), Victor Rangel (Jeremias) e Pipico. Técnico: Itamar Schulle.

Náutico 0 (6)

Jefferson; Hereda, Rafael Ribeiro, Carlão e Willian Simões (Erick Daltro); Rhaldney (Wagninho), Jhonnatan (Jean Carlos) e Jorge Henrique (Djavan); Erick, Kieza eThiago. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Local: Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata/PE)
Árbitro: Rodrigo Pereira. Assistentes: Clóvis Amaral e Bruno Chaves
Cartões amarelos: André, William Alves, Danny Morais (S); Willian Simões, Carlão, Erick Daltro, Wagninho (N)

Veja também

Martelotte destaca ponto 'importante', mas admite erros de finalização
Santa Cruz

Martelotte destaca ponto 'importante', mas admite erros de finalização

Em jogo disputado, Manaus e Santa empatam sem gols
Santa Cruz

Em jogo disputado, Manaus e Santa empatam sem gols