Futebol

Santa empata em 2x2 com o Itabaiana/SE pela pré-Copa do Nordeste

Pernambucanos precisam de uma vitória simples para avançar à fase de grupos do Regional 2021

Lances de Itabaiana 2x2 Santa CruzLances de Itabaiana 2x2 Santa Cruz - Foto: Divulgação

Tudo igual no primeiro dos dois jogos pela pré-Copa do Nordeste 2021, valendo vaga na etapa de grupos do Regional. Itabaiana e Santa Cruz empataram em 2x2, nesta terça (26), no Etelvino Mendonça. Victor Rangel marcou os dois tentos corais. Diego Bispo e Ila balançaram as redes para os mandantes. O duelo da volta será no dia 2 de fevereiro, no Arruda. Com o resultado, os pernambucanos precisam vencer para avançar no torneio, faturando R$ 1,7 milhão. Um novo empate levará a decisão para as penalidades. Se os sergipanos vencerem, estarão classificados.

Com relação ao time que venceu o Brusque, no quadrangular da Série C do Campeonato Brasileiro, o Santa teve apenas duas mudanças. Uma já esperada, com a entrada de Célio Santos na vaga de Danny Morais, lesionado. A outra, porém, pegou de surpresa. Horas antes de a bola rolar, surgiu a informação de que o goleiro Maycon Cleiton estava a caminho do Red Bull Bragantino. Com isso, Luiz Fernando defendeu a meta coral.

Logo aos nove, o goleiro do Santa encarou o primeiro teste. Thiago Santos acertou uma cabeçada forte, de baixo para cima. A bola quicou e tinha endereço certo no ângulo, mas Luiz Fernando espalmou. Pelo alto, o Itabaiana pressionou os pernambucanos, quase sempre explorando os buracos no miolo da zaga.

O Santa só conseguiu equilibrar a partida quando passou a “conhecer” o gramado, descobrindo o melhor caminho para construir as jogadas. Foi pelo lado esquerdo do ataque que o empate se concretizou. Victor Rangel recebeu bom passe e soltou uma bomba. A primeira e única finalização da Cobra Coral na metade inicial do confronto. Suficiente para levar o 1x0 para o intervalo.

O Itabaiana tinha mais 45 minutos para tentar a virada. Conseguiu em apenas nove. Primeiro, com o zagueiro Diego Bispo, ex-Náutico e Santa, em cabeçada certeira. Depois, com o atacante Ila, em chute de primeira.  O cenário obrigou o técnico Martelotte a mexer. Uma das alterações foi a saída de Pipico para a entrada de Lourenço - o centroavante deixou o campo visivelmente chateado. O camisa 9 saiu, mas Victor Rangel ficou e tratou de novamente ser o responsável pelo empate. Agora, pelo alto, após cruzamento de Chiquinho. 

O gol elevou o ânimo do Santa. André e Chiquinho tiveram duas boas chances cada, mas Remerson salvou. No lado dos sergipanos, a aposta nos minutos finais foi em algum contra-ataque mortal. Como no lance aos 38, em chute cruzado de Thiago Santos que passou perto do gol de Luiz Fernando. Nos acréscimos, Grafite acertou o travessão. Mesmo no fim, não faltou fôlego em ambos os lados para sair do Etelvino Mendonça com uma vitória, mas o placar não foi alterado.
 

Ficha técnica

Itabaiana/SE 2

Remerson; Grafite, Diego Bispo, Hugo e Paulinho; Jacobina, Téssio (Rafael Assis) e Levi (Batatinha); Harrisson (Pedro Henrique), Ila e Thiago Santos. Técnico: Maurílio Silva

Santa Cruz 2

Luiz Fernando; Toty, Célio Santos, William Alves e Leonan; Bileu (André), Paulinho (Tinga), Chiquinho (Augusto Potiguar) e Didira; Victor Rangel e Pipico (Lourenço). Técnico: Marcelo Martelotte

Local: Etelvino Mendonça (Itabaiana/SE)
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL). Assistentes: Pedro Jorge Santos de Araujo e Maria de Fátima Mendonça da Trindade (ambos de AL)
Gols: Victor Rangel (aos 31 do 1ºT e 22 do 2ºT), Diego Bispo (aos 3 do 2ºT), Ila (aos 8 do 2ºT)
Cartões amarelos: Ila, Thiago Santos (I); Victor Rangel (S)
 

Veja também

Piora na pandemia pode provocar nova paralisação nos campeonatos
Futebol

Piora na pandemia pode provocar nova paralisação nos campeonatos

'Dói, mas precisamos parar', diz presidente do Santos sobre futebol na pandemia
Futebol

'Dói, mas precisamos parar', diz presidente do Santos sobre futebol na pandemia