São Paulo analisa quais campeões da Copinha serão aproveitados no profissional

Antony, Thiago Couto, Gabriel Novaes e Tuta estão entre os nomes observados pela comissão técnica

São Paulo, campeão da CopinhaSão Paulo, campeão da Copinha - Foto: Divulgação

Campeão da Copinha apos vencer o Vasco, nos pênaltis, na última sexta-feira (25), o São Paulo já começa a avaliar quais jogadores do elenco poderão aparecer na equipe profissional durante este ano. "Não podemos ter pressa e também não podemos desconsiderar alguns que têm condição de nos ajudar. Temos discutido como oportunizar alguns jogadores. Alguns já estavam com a gente, caso do Antony, do Tuta", afirmou André Jardine, técnico do time principal do São Paulo.

Além dos campeões na sexta, outros quatro jogadores com menos de 20 anos estão cedidos à seleção brasileira da categoria, que disputa o Sul-Americano sub-20, no Chile: o meia Igor Gomes e o volante Luan, que já estão no time profissional, além do zagueiro Walce e do atacante Toró, que devem subir.

Antony (atacante)
Foi um dos principais nomes da equipe na conquista do tetracampeonato. O jogador de 18 anos costuma atuar aberto pela direita do ataque e chama atenção pela habilidade com a perna esquerda. Na Copinha, Antony deu seis assistências e marcou quatro gols. No ano passado, ele chegou a participar de três partidas do Brasileirão já sob o comando de Jardine. Está nos planos de Jardine para ser aproveitado este ano no time profissional.

Thiago Couto (goleiro)
Elogiado pelo goleiro do time profissional Tiago Volpi, Couto, 19 anos, pode se beneficiar da saída recente de Lucas Perri para o Crystal Palace-ING para conseguir um lugar no grupo principal. Hoje André Jardine tem os jovens Júnior, 20, e Lucas Paes, 21, na função de terceiro e quarto goleiro, respectivamente. A atuação de Thiago na final da Copinha - quando defendeu duas cobranças de pênalti- pode colocá-lo na briga para estar entre os profissionais. A principal inspiração de Couto é o ex-goleiro e ídolo do São Paulo, Rogério Ceni.

Gabriel Novaes (atacante)
Foi o artilheiro da Copa São Paulo com dez gols. Um deles, abriu o placar na final contra o Vasco. O atleta de 19 anos pode ser testado em breve na equipe principal. O clube hoje conta apenas com Pablo e Diego Souza para a função de centroavante. Gabriel quebrou recordes pelo São Paulo tornando-se o jogador com o maior número de gols em uma só edição e maior goleador geral na competição. Utiliza bastante a força física e tem faro de gol. É comparado nas categorias de base a Luis Fabiano, que já elogiou Gabriel.

Tuta (zagueiro)
Já foi observado de perto por Jardine no ano passado, embora não tenha atuado. Tem boa técnica para sair jogando e boa impulsão no jogo aéreo. Aos 19 anos, terá que brigar por vaga no elenco que conta com três zagueiros considerados titulares: Arboleda, Anderson Martins e Bruno Alves. No sub-20, Tuta concorre com Walce, que está na seleção brasileira.

Gabriel Sara (meia)
Uma lesão na coxa logo no início da Copinha tirou de Sara, 19 anos, a oportunidade de brilhar na competição. Na estreia do time tricolor, ele marcou três gols na goleada por 7 a 2 sobre o Holanda (AM). Antes de ser cortado em definitivo, ainda chegou a participar do segundo jogo da equipe no torneio. Mesmo assim, o meia é tido como um dos nomes mais promissores da base são-paulina. Já despertou o interesse de alguns clubes do futebol europeu, como o Barcelona. Compete com Nenê e Hernanes no profissional. Na equipe sub-20, disputa espaço com Igor Gomes (que está na seleção).

Leia também:
Com Down, competidor do Rali Dakar venceu burocracia
Tite admite não contar com Neymar em amistoso da seleção

Veja também

Governo lança edital do Bolsa Atleta, mas torneios do fim de 2020 não valem
Esportes Olímpicos

Governo lança edital do Bolsa Atleta, mas torneios do fim de 2020 não valem

Técnico do Real Madrid Zidane testa positivo para covid-19
Futebol Internacional

Técnico do Real Madrid Zidane testa positivo para covid-19