Schulle se posiciona sobre possível redução salarial, e faz observação

Técnico do Santa Cruz adota cautela ao falar sobre o assunto, que tem movimentado os bastidores do Arruda

Itamar Schulle, técnico do Santa CruzItamar Schulle, técnico do Santa Cruz - Foto: Leo Malafaia/Folha de Pernambuco

Em quarentena com a família após a paralisação do futebol, provocada pela pandemia do novo coronavírus, o técnico Itamar Schulle conversou com a Folha de Pernambuco sobre um assunto que vem movimentando os bastidores do José do Rego Maciel: uma possível redução salarial do elenco e comissão técnica. O treinador do Santa Cruz foi cauteloso ao tratar da questão, e ressaltou não haver problemas em reduzir, caso assim seja determinado pela cúpula coral, contanto que houvesse redução de preço em outros setores da sociedade, como no comércio. Situação bastante improvável de acontecer.

Leia também:
Executivo de futebol confirma conversas para permanência de Victor Rangel
Santa Cruz organiza doações para funcionários do clube


“Essa é uma questão que tem que ser conversada com calma. No caso dos clubes grandes que acertaram a redução, a situação é diferente com os jogadores e comissão técnica. O dono do mercado vai querer saber se meu salário foi reduzido e vai reduzir o preço dos produtos dele para mim por conta disso? Não vai. Eu tenho a faculdade da minha filha para pagar e eles não querem saber do coronavírus. O preço é aquele e pronto. Então, como é que fica o outro lado? Por isso, é preciso muito cuidado ao tratar disso. Não é uma condição de aceitar ou não aceitar. O problema não é reduzir, contanto que em outros lugares os preços sejam reduzidos também”, disse o técnico.

Segundo o coordenador do Núcleo de Gestão do Santa, Ítalo Mendes, o clube ainda não definiu com os atletas se adotará a medida como forma de diminuir as despesas. De acordo com ele, a redução salarial será adotada ou não dependendo do prazo de extensão da paralisação dos jogos. O gestor também informou que os vencimentos de atletas, comissão técnica e demais funcionários “serão pagos com as receitas que chegarão ao clube. De parte de patrocinadores, da ajuda emergencial da CBF, de 200 mil, de 60% da mensalidade de sócios”, já que a arrecadação no quadro caiu em 40%.

À frente do Santa Cruz neste início de temporada, Itamar Schulle acumula dez vitórias em 17 jogos. Os bons resultados e o seu carisma já foram motivos para o treinador cair nas graças dos torcedores. 

Veja também

Regata da medalha com Martine e Kahena na vela é adiada
Jogos Olímpicos

Regata da medalha com Martine e Kahena na vela é adiada

Bruno Schmidt e Evandro são eliminados para dupla da Letônia
Jogos Olímpicos

Bruno Schmidt e Evandro são eliminados para dupla da Letônia