BASQUETE

Seleção brasileira feminina de basquete perde para a Alemanha e está fora das Olimpíadas de Paris

Equipe precisava vencer por oito pontos, mas acabou derrotada na reta final da partida

Seleção brasileira de basquete feminino perde para a Alemanha e está fora de Paris-2024Seleção brasileira de basquete feminino perde para a Alemanha e está fora de Paris-2024 - Foto: Divulgação/CBB

Ao perder por 73 a 71 para a Alemanha, a seleção brasileira de basquete feminino não conseguiu a vaga nos Jogos Olímpicos de Paris. Por causa da combinação de resultados no Pré-Olímpico, a equipe treinada por Zé Neto precisava vencer por pelo menos oito pontos nesta última partida, para ir à França em julho, mas acabou sendo derrotada no final do último período. Último colocado do torneio com três derrotas em três jogos, o Brasil está fora pela segunda Olimpíada consecutiva.

Ontem, as brasileiras também perderam para a Sérvia, mas precisariam apenas de uma vitória simples, caso as adversárias do sábado vencessem a Austrália hoje. Dessa forma, ficariam empatadas com as alemãs, mas levariam a melhor no critério do confronto direto. Porém, as australianas triunfaram e a margem de vitória passou a ser necessária para nossas representantes.

O Brasil estava vencendo por quatro pontos, faltando menos de dois minutos, mas o desespero bateu na reta final. O jogo também se tornou bem estudado, por causa da combinação matemática. Porém, a Alemanha conseguiu passar à frente do placar e ainda evitou uma prorrogação, que passou a ser o último fio de esperança. Mesmo derrotada, a seleção saiu aplaudida pela torcida.

O torneio foi disputado no ginásio Mangueirinho, em Belém (PA), e já tinha começado mal para o Brasil, com a derrota por 60 a 55 para a Austrália na quinta-feira (8). O país da Oceania se classificou junto de Sérvia e Alemanha — nossa seleção foi a única que não conseguiu a vaga.

 

As melhores jogadoras do Brasil nesta partida derradeira foram: Damiris (20 pontos), Kamilla (duplo-duplo, com 19 pontos e 13 rebotes) e Tainá Paixão (18 pontos e três rebotes).

A seleção também esbarrou no jejum de 12 anos sem vencer uma equipe europeia, a qual as duas derrotas do fim de semana deram sequência.

Veja também

Com recorde de participantes, LBF abre temporada com duelo paulista
Basquete

Com recorde de participantes, LBF abre temporada com duelo paulista

Recife Vôlei enfrenta o Ascade, nesta sexta-feira (01), no Geraldão
Vôlei

Recife Vôlei enfrenta o Ascade, nesta sexta-feira (01), no Geraldão