Seleção Brasileira é convocada para a Copa do Mundo

Os 23 eleitos de Tite para brigar pelo hexa da Seleção Brasileira na Rússia foram anunciados nesta segunda (14)

Neymar, Camisa 10 da da Seleção Brasileira Neymar, Camisa 10 da da Seleção Brasileira  - Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Após centenas de jogadores observados, testes e alguns contratempos, como a perda do lateral Daniel Alves, a Seleção Brasileira está, enfim, definida para a Copa do Mundo da Rússia. A aguardada lista com os 23 nomes eleitos pelo técnico Tite foi anunciada no início da tarde desta segunda-feira (14), na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro. Antes do anúncio oficial, porém, foi feito um agradecimento a todos os atletas que passaram pela Seleção Brasileira nas últimas convocações.

"A gente procurou versatilidade e jogadores que se encaixem dentro do perfil que gostamos de jogar. Gostamos de sair jogando com triangulações curtas, com um meio de campo de criação, construção. E no campo ofensivo, que seja agressivo, tenha velocidade, explosão. É fundamental que se tenha características específicas para encaixar no perfil tático", disse Tite, sobre os pontos que favoreceram suas escolhas. 

Leia também:
Após fracasso, Tite 'absolve' remanescentes do 7x1
Atacante Neymar volta contra a Croácia

Preparação

Os 27 dias da Seleção Brasileira até a Copa do Mundo foram divididos em fases. O primeiro momento será na Granja Comary, "casa" da equipe. O segundo momento da preparação será em Londres, pela importância de adaptar o grupo ao clima e fuso-horário europeu. A equipe chegará a Sochi, na Rússia, sete dias antes da partida de estreia no Mundial, contra a Suíça. Nesse meio tempo, o time fará dois amistosos, contra a Croácia, no dia 3 de junho, e contra a Áustria, no dia 10. "A etapa agora é de preparação. Temos de ir passo a passo", destacou Tite. 

Regulamento

Embora tenha anunciado 23 nomes, a comissão técnica da Seleção Brasileira enviou à Fifa uma lista com 35 pré-inscritos para o Mundial. Como o prazo final para definir os 23 que de fato jogarão a Copa é 4 de junho, algumas seleções preferem reunir um grupo com 35 jogadores e depois realizar os cortes. No caso do Brasil, a opção de praxe é anunciar os 23 que devem realmente ir ao evento e ter os 12 pré-inscritos de suplentes caso haja alguma lesão. Os nomes dessa lista, porém, só podem ser anunciados com consenso da CBF. 

Goleiros
Alisson (Roma-ITA)
Ederson (Manchester City-ING)
Cássio (Corinthians/SP)

Laterais
Marcelo (Real Madrid-ESP)
Fagner (Corinthians/SP)
Danilo (Manchester City-ING)
Filipe Luís (Atlético de Madri-ESP)

Zagueiros
Miranda (Inter de Milão-ITA) 
Marquinhos (PSG-FRA)
Thiago Silva (PSG-FRA)
Geromel (Grêmio/RS)

Meias
Casemiro (Real Madrid-ESP)
Fernandinho (Manchester City-ING)
Paulinho (Barcelona-ESP)
Renato Augusto (Beijing Guoan-CHI)
Philippe Coutinho (Barcelona-ESP)
Willian (Chelsea-ING)
Fred (Shakhtar Donetsk-UCR)

Atacantes

Neymar (PSG-FRA)
Gabriel Jesus (Manchester City-ING)
Firmino (Liverpool-ING)
Douglas Costa (Juventus-ITA) 
Taison (Shakhtar Donetsk-UCR) 

 

Veja também

Superliga é ápice da revolução dos bilionários estrangeiros no futebol europeu
Futebol

Superliga é ápice da revolução dos bilionários estrangeiros no futebol europeu

Clubes brasileiros dominam a Libertadores, mas crise pode ser uma ameaça à hegemonia
Futebol

Clubes brasileiros dominam a Libertadores, mas crise pode ser uma ameaça à hegemonia