Ofertas duvidosas

Selfie e 'pacote VIP': presença de Messi em amistoso na China gera golpes de até R$ 34 milhões

Ofertas falsas oferecem até suposta aparição do jogador em propaganda de produto

MessiMessi - Foto: Loic Venance/AFP

Jantar, bebidas e uma selfie com Lionel Messi parecem o sonho de todo torcedor de futebol, mas a polícia chinesa alertou que é apenas um dos inúmeros golpes em torno de sua visita a Pequim.

A presença da lenda argentina na China para um amistoso contra a Austrália, na quinta-feira, atraiu golpistas e cambistas interessados em capitalizar a passagem de Messi pela região.

A polícia de Pequim está alertando sobre um anúncio amplamente divulgado que promete uma noite na companhia de Messi por 300 mil yuans (R$ 205 mil).

"Se você puder ser enganado em 300 mil yuans, nós faremos um brinde a você", brincou o geralmente austero departamento de segurança pública de Pequim no Weibo, rede social semelhante ao Twitter e muito popular no país.

Outras ofertas duvidosas publicadas online incluem ingressos para o estádio por 5 mil yuans (R$ 3.420) e um "pacote VIP sob medida", incluindo uma camisa autografada, assentos na primeira fila e uma foto com Messi por mais de 8 mil yuans (R$ 5.480). Por 50 milhões de yuans (R$ 34,2 milhões), Messi apareceria em uma transmissão ao vivo sua para exaltar as virtudes de seu produto, afirma outro anúncio não autorizado.

Messi desembarcou em Pequim no sábado e disputará, junto aos demais campeões mundiais, um amistoso contra a Austrália no recém-reformado Estádio dos Trabalhadores de Pequim, com capacidade para 68 mil pessoas. Será uma revanche do confronto das oitavas de final da última Copa do Mundo, no qual a Argentina venceu por 2 a 1 e passou às quartas.

Os torcedores chineses estão eufóricos com a presença de Messi no país, com ingressos para o jogo variando de 580 a 4.800 yuans (de R$ 397 a R$ 3.285) esgotados rapidamente. Dezenas de comerciantes na plataforma de compras on-line Taobao estão se oferecendo para revender ingressos por até 18 mil yuans (R$ 12,3 mil), apesar das medidas anti-scalping, incluindo a exigência de identificação para entrar no estádio.

Centenas de pessoas esperaram do lado de fora do hotel da seleção argentina no centro de Pequim no sábado, com um torcedor dizendo à AFP que reservou um quarto na esperança de dar uma olhada em Messi depois de não conseguir ingressos para o jogo.

Messi, de 35 anos, que assinou recentemente com o Inter Miami depois de deixar o Paris Saint-Germain, também jogará outro amistoso com a Argentina, enfrentando a Indonésia em Jacarta, em 19 de junho.

Veja também

Alemanha x Escócia: saiba onde asssitir e confira escalações
Eurocopa 2024

Alemanha x Escócia: saiba onde asssitir e confira escalações

Chael Sonnen, rival de Anderson Silva, assiste a Palmeiras x Vasco, no Allianz
ESPORTES

Chael Sonnen, rival de Anderson Silva, assiste a Palmeiras x Vasco, no Allianz; luta será neste sábado (15)

Newsletter