Sport

Sem casos no Sport, Jair se solidariza com Kleina e Martelotte, diagnosticados com Covid

Treinador rubro-negro afirma ter mandado mensagem de apoio aos colegas de profissão, técnicos de Náutico e Santa Cruz

Jair VenturaJair Ventura - Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

Após a pandemia do novo coronavírus interromper as atividades no Brasil, em março, os clubes voltaram aos trabalhos três meses depois, ainda com o vírus em alta no País. Equipes sofreram e seguem sofrendo com os desfalques diagnosticados com a doença. No futebol pernambucano, os técnicos Marcelo Martelotte e Gilson Kleina, de Santa Cruz e Náutico, respectivamente, testaram positivo para a Covid-19 recentemente e ganharam a solidariedade do treinador do Sport, Jair Ventura.

"Mandei mensagem e fui solidário com o Gilson e com o Martelotte, dois companheiros de profissão que acabaram testando positivo. Eu tenho amizade com os dois, mandei mensagem desejando melhoras. Não é porque a gente não teve que fazemos uma precaução melhor do que os nossos companheiros de profissão”, relatou o técnico leonino.

No Sport, o único caso entre atletas e membros da comissão técnica foi o de Luciano Juba. Porém, ainda antes do Campeonato Brasileiro começar. O lateral-esquerdo testou positivo em duas oportunidades. Durante a Série A, clubes como Goiás, Fluminense e Flamengo sofreram com uma quantidade grande de infectados de uma única vez e viram seus elencos ficarem desfalcados em algumas rodadas do certame. 

De acordo com Jair Ventura, o tema é tratado com seriedade entre todos na Ilha do Retiro. "Sabemos da importância dos mínimos detalhes e ficamos felizes de não ter acontecido uma onda aqui dentro do Sport. Temos um departamento médico que toma todas as precauções para que isso não aconteça. É claro que nós não estamos imunes,  mas também seguimos fazendo as nossas prevenções para que isso não possa nos atrapalhar”, detalhou o treinador.

Veja também

Jonatan Gómez destaca importância de pontuar fora de casa: 'ganhar confiança'
Sport

Jonatan Gómez destaca importância de pontuar fora de casa: 'ganhar confiança'

Admirador de Fidel e Che, Maradona morreu convicto com a esquerda
LUTO

Admirador de Fidel e Che, Maradona morreu convicto com a esquerda