Sem CR7, Real vence o La Coruña na estreia

Com gols de Bale, Casemiro e Kroos, atuais campeões começam bem o Campeonato Espanhol

Casemiro foi o autor do segundo gol do Real na partidaCasemiro foi o autor do segundo gol do Real na partida - Foto: Miguel Riopa/AFP

O Real Madrid conhece a força que tem. A vitória por 3 a 0 sobre o La Coruña neste domingo (20), na estreia no Campeonato Espanhol, passou a impressão de que o atual campeão sabe exatamente quando e como vencer. O time merengue dosou esforços, não sentiu falta de Cristiano Ronaldo (suspenso) e viu os coadjuvantes brilharem: Bale, Casemiro e Toni Kroos fizeram os gols no Estádio de Riazor.

Além de largar bem na busca pelo bicampeonato, o Real Madrid ainda se aproxima de um recorde histórico. Os merengues marcaram gols em todas as últimas 69 partidas e já têm a melhor sequência da história do futebol europeu. Só falta bater uma marca: a do Santos de Pelé, que entre 1961 e 62 balançou a rede em 74 jogos consecutivos.

O jogo

O Real Madrid não começou bem. Foi irreconhecível nos primeiros minutos, quando permitiu duas infiltrações e só não saiu atrás no placar devido às boas intervenções de Keylor Navas. O atual campeão parecia jogar do alto de um pedestal, crente de que faria seus gols quando bem entendesse - e de fato fez. Dois gols em sete minutos mudaram a partida: o Real tornou-se dono das ações e, exceto um lance ou outro, ditou o ritmo. A superioridade rendeu mais um fruto na metade do segundo tempo, quando a troca de passes terminou em bom chute de Toni Kroos e a vantagem cresceu.

O torcedor mais desavisado não teria notado tratar-se do poderoso Real Madrid durante os primeiros 30 minutos. O time da casa teve duas chances claras com Andone e outra com o volante brasileiro Guilherme, tudo isso em 15 minutos, mas não conseguiu abrir o placar.

Não dá para dizer que o La Coruña foi muito mal, pois criou oportunidades e chegou a incomodar, mas faltou capricho. Um exemplo claro foi apresentado no último minuto: Carvajal derrubou Bruno Gamma, e a arbitragem apontou pênalti duvidoso; mas Navas defendeu a cobrança de Andone.

Veja também

Chateado, Martelotte se desculpa com o torcedor e lamenta permanência na série C
Santa Cruz

Chateado, Martelotte se desculpa com o torcedor e lamenta permanência na série C

Gestão Constantino Júnior fecha ciclo sem conquistas
Futebol

Gestão Constantino Júnior fecha ciclo sem conquistas