SPORT

Sem Diego Souza, Sport perde poder de fogo

Sem a sua principal referência ofensiva, Daniel Paulista já quebra a cabeça para tentar minimizar um pouco da perda

Artilheiro do Brasileiro estará servindo à Seleção amanhãArtilheiro do Brasileiro estará servindo à Seleção amanhã - Foto: Anderson Stevens

 

Comemorada por muitos, mas lamentada por outros tantos. Enquanto alguns rubro-negros celebravam o fato de ter um jogador convocado para a Seleção Brasileirão, após 17 anos - o último foi Leomar, em 2001 -, outros, e principalmente o treinador Daniel Paulista, só pensavam na ausência de Diego Souza na estreia do Sport na Copa do Nordeste, amanhã, contra o Sampaio Corrêa.

Horas antes da Canarinho entrar em campo no Engenhão, o Leão terá adentrado o gramado da Ilha do Retiro para encarar o time maranhense, com a partida marcada para começar às 18h45 (horário de Recife). Sem a sua principal referência ofensiva, o comandante leonino já quebra a cabeça para tentar minimizar um pouco da perda do poder de fogo. Logo após a conquista da Taça Ariano Suassuna, Paulista não escondeu a sua preocupação com a ausência do camisa 87.

“Diego é um jogador insubstituível. Mas, temos jogadores no nosso elenco que podem desempenhar a sua função. Outra alternativa é a mudança de esquema, que não seria nada muito drástico. Vou analisar melhor nos treinamentos”, comentou Daniel.

Dentre as possibilidades à disposição no tabuleiro leonino, uma delas é centralizar Everton Felipe e acionar Marquinhos no lado direito de ataque, mantendo Rogério na esquerda e Leandro Pereira como homem de referência do ataque. Caso queira mexer o mínimo possível, o candidato é o prata-da-casa Fábio, que faz a mesma função de DS87. Caso resolva mudar o desenho tático, o mais provável é que Daniel passe a atuar no 4-3-3, com três volantes, sendo Rithley, Ronaldo e Neto Moura, com Everton Felipe e Rogério na armação.

Especulado entre os que poderiam estar ao lado de Diego Souza na lista da Seleção Brasileira, o volante Rithely tem presença garantida amanhã. Autor do gol leonino contra o The Strongest, no último domingo, o jogador sabe que se continuar jogando em alto nível terá uma chance com a camisa canarinho. “Sinceramente, não tenho que ficar triste ou chateado. Tenho consciência que se continuar fazendo as coisas certas, uma hora a oportunidade vai chegar. Estou super tranquilo, muito feliz pela convocação de Diego e consciente de que a minha hora vai chegar”, comentou.

Sobre a estreia diante do Sampaio, o atleta se mostrou otimista. “Contratamos pouco, mas conseguimos manter a base do grupo. E quando isso acontece você sai um pouco na frente dos seus adversários”, finalizou.

Mudança
A Federação Pernambucana de Futebol (FPF) deve anunciar hoje a mudança da estreia do Sport no Estadual 2017. Marcado para domingo, o jogo inicial do clube, na Ilha do Retiro, deverá passar para o sábado de tarde. O Leão encara o terceiro colocado na primeira fase da competição, dos três que se classificam para o Hexagonal do Título.

 

Veja também

Após vitória, Lucena acredita em início de reação do Sport na temporada
Sport

Após vitória, Lucena acredita em início de reação do Sport na temporada

À espera de Louzer, Sport bate Vitória/PE, na Ilha, e volta a vencer no Estadual
Campeonato Pernambucano

À espera de Louzer, Sport bate Vitória/PE, na Ilha, e volta a vencer no Estadual