Sem Lebron James, Cavs tem a pior campanha da NBA

Após a saída de Lebron, o Cleveland Cavaliers iniciou a temporada com seis derrotas, e o técnico Tyronn Lue foi demitido

Tyronn foi demitido do comando do Cleveland Cavaliers Tyronn foi demitido do comando do Cleveland Cavaliers  - Foto: Reprodução

Com certeza você já ouviu aquela expressão: “Um raio não cai duas vezes no mesmo lugar”. Pois bem, o Cleveland Cavaliers vem se esforçando para provar o contrário. Neste início de temporada, o time perdeu todos os seis jogos que disputou, sendo o lanterna momentâneo da conferência leste. Começo que fez a franquia tomar a decisão de demitir o técnico Tyronn Lue, campeão pela equipe em 2015-16. Isso tudo tem uma justificativa muito simples: A saída de Lebron James.

A situação não é novidade para a franquia de Ohio. Quando Lebron chegou do draft em 2003, foram sete temporadas sendo uma das maiores forças do leste, conquistando inclusive a conferência em 2007, porém, derrotado na decisão contra o Sant Antonio Spurs por 4x0. Após a saída do craque para o Miami Heat, o Cavs passou por quatro temporadas seguidas como um dos piores times da NBA.

Em 2009/10, por exemplo, uma temporada antes da saída de James, o Cleveland havia sido o time com mais vitórias durante a fase regular com 61 vitórias e apenas 21 derrotas. No ano posterior, em 82 jogos, foram apenas 19 vitórias e 63 derrotas, sendo a última colocada geral.
Leia também:
Kawhi retorna em alto nível e se torna peça-chave no Raptors

Sentindo o gosto de ser campeão por duas vezes em Miami, James voltou a franquia em 2014, trazendo também o time de volta aos playoffs, e dessa vez, conquistando o título de campeão da NBA, em uma virada histórica contra o Golden State Warriors, por 4x3, em 2016.

Com o término de seu contrato na última temporada, o ala decidiu atuar pelo Los Angeles Lakers, fazendo com que o Cleveland volte a passar por um processo de renovação. Contudo, o Cavs havia feito uma boa pré-temporada, conquistando duas vitórias contra o Boston Celtics, um dos melhores times da liga atualmente.

Mas, agora a temporada começou e a equipe não se encontrou. Apesar de ainda ter jogadores como Kevin Love, Tristan Thompson e George Hill, a sensação fica clara que o time ainda não sabe vencer sem Lebron James. O técnico Tyronn Lue saiu como “bode expiatório”, como se fosse o principal culpado, algo que não é. Qualidade o elenco tem, como o armador novato Collin Sexton, de apenas 19 anos. Sim, existe vida sem o melhor jogador de basquete do mundo, basta acreditar nisso.

Veja também

Chateado, Martelotte se desculpa com o torcedor e lamenta permanência na série C
Santa Cruz

Chateado, Martelotte se desculpa com o torcedor e lamenta permanência na série C

Gestão Constantino Júnior fecha ciclo sem conquistas
Futebol

Gestão Constantino Júnior fecha ciclo sem conquistas