Sem titulares, Timbu pega o Flamengo de Arcoverde

Foco principal do momento é a Copa do Brasil, que tem ofertado boas premiações a cada fase ultrapassada

Técnico do Náutico, Roberto FernandesTécnico do Náutico, Roberto Fernandes - Foto: Paullo Almeida/Folha de Pernambuco

Classificado ao mata-mata do Campeonato Pernambucano 2018 e na liderança da competição, com 15 pontos, o Náutico chega aos últimos jogos da primeira fase com duas ambições. Uma é ficar, no mínimo, entre os quatro mais bem colocados para jogar em casa no confronto único das quartas de final. A outra, maior, é a de fechar a etapa como líder e ter a mesma vantagem também em uma possível classificação às semifinais.

Ainda assim, o foco principal do Timbu não está dentro do Estado. Por isso, a equipe que recebe o lanterna Flamengo de Arcoverde, às 20h desta segunda-feira (26), na Arena de Pernambuco, pelo Estadual, será formada por reservas. Os titulares serão poupados para a partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil, que será realizada na quarta (28), contra o Cuiabá.

“Vamos com um time alternativo. As passagens de fase na Copa do Brasil podem dar ao clube, pensando já na Série C, a possibilidade de termos uma equipe com a cara que o torcedor está acostumado a ver”, afirmou o técnico Roberto Fernandes.

Em outras palavras, o mata-mata nacional é a esperança alvirrubra de aumentar a receita e, consequentemente, reforçar o elenco com nomes de maior destaque, como foi nos casos do volante Wendel e do atacante Ortigoza. As classificações na seletiva da Copa do Nordeste e nas duas fases iniciais da Copa do Brasil já renderam aos cofres do clube R$ 3,25 milhões.

Diante do Flamengo, o Timbu deve repetir o time que derrotou o Afogados por 2x1, na rodada anterior da competição. O meia Wallace Pernambucano, vetado do confronto do Bahia por conta de uma virose, seguirá poupado. O atacante Fernandinho também está fora devido uma lesão na coxa direita. Mais uma vez, o treinador vai colocar boa parte dos atletas da base, além de reservas como Bryan, Camacho, Hygor e Clebinho.

Flamengo
Com quatro empates e duas derrotas, o Flamengo ainda não conseguiu acabar com o jejum de vitórias no Estadual. De olho em uma recuperação na fase final para evitar o rebaixamento à Série A2, a equipe quer aproveitar um possível relaxamento do adversário para deixar a Arena de Pernambuco com os três pontos. “Precisamos fazer o gol e depois minimizar os erros para segurar o resultado”, apontou o volante Mardley. A equipe é comandada pelo técnico Alexandre Lima.

Veja também

Para reagir na Série A, Sport busca surpreender Atlético/MG, no Mineirão
Brasileirão

Para reagir na Série A, Sport busca surpreender Atlético/MG, no Mineirão

Bahia, São Paulo e Vasco conhecem adversários da Copa Sul-Americana
Sulamericana

Bahia, São Paulo e Vasco conhecem adversários da Copa Sul-Americana