Sem Vinícius e com indefinições na defesa, Beto não confirma time

Henrique e Diego Miranda podem estrear pelo Timbu contra o Juventude

Técnico Beto Campos só conquistou uma vitória à frente do TimbuTécnico Beto Campos só conquistou uma vitória à frente do Timbu - Foto: Anderson Stevens

Virou rotina no Náutico. Com o processo de reformulação do elenco a todo vapor para a sequência da Série B do Campeonato Brasileiro 2017, o técnico Beto Campos tem esperado até o último momento a regularização dos reforços para definir os 11 titulares. Contra o Juventude, nesta terça (11), na Arena de Pernambuco, o comandante esperar com conta a estreia de dois reforços: o lateral-direito Léo e o meia Diego Miranda.

“Vamos tentar manter a base da equipe. Temos jogadores chegando, com característica diferente da que vínhamos tendo. Temos algumas situações e vamos ver se nós podemos contar com eles”, afirmou Beto. O único contratado que teve seu nome publicado no BID da CBF foi o lateral-esquerdo Henrique. “Ele faz bem a posição de extremo, assim como Jeanderson e Manoel. Podemos usá-lo na lateral ou no meio”, explicou. O jogador, inclusive, pode começar entre os titulares.

Quem está fora do confronto é o atacante Vínicius. O jogador segue no Departamento Médico, se recuperando de dores lombares. Com isso, a tendência é que Gilmar e Erick continuem na frente. Outra possibilidade, ainda inédita no Timbu, é a do time repetir pela primeira vez uma escalação em dois confrontos consecutivos. Mas isso não deve acontecer.

“Já foram quatro jogos comigo e ainda não repetimos. Podemos (contra o Juventude) fazer uma ou duas mudanças. Aos poucos, quando tivermos a possibilidade de usar a equipe que estiver mais equilibrada, vamos manter. Estamos procurando repetir a base em alguns setores, principalmente no meio-campo e no ataque, para ter um mínimo de entrosamento”, detalhou.

Com a experiência de já ter enfrentado o Juventude nesta temporada, quando comandava o Novo Hamburgo, Beto elogiou o adversário e o técnico rival, Gilmar Dal Pozzo. “A equipe é equilibrada. Faz muitos gols e toma poucos. Enfrentaremos uma equipe de marcação forte, com muita mobilidade e bem postada em campo”, apontou. “Conheço vários atletas que estão lá, como Juninho, João Paulo e Matheus. Alguns estavam no Novo Hamburgo e outros já trabalharam comigo. Sou amigo do Gilmar Dal Pozzo. Sei que ele já trabalhou aqui e conhece o clube. Mas nós viemos de uma vitória e ela nos trouxe uma situação mais leve para trabalhar”, concluiu.

Veja também

Milan vence Cagliari com dois gols de Ibra e reassume liderança isolada do Italiano
Futebol Internacional

Milan vence Cagliari com dois gols de Ibra e reassume liderança isolada do Italiano

Flamengo vence Goiás e vê distância para líder São Paulo ficar em 5 pontos
Campeonato Brasileiro

Flamengo vence Goiás e vê distância para líder São Paulo ficar em 5 pontos