A-A+

Sem William Alves, Milton terá semana para definir substituto

Zagueiro que atuou nos últimos 12 jogos do Santa, recebeu o terceiro amarelo e não poderá enfrentar o Imperatriz

Zagueiro William AlvesZagueiro William Alves - Foto: Santa Cruz/Jota Santana

O Santa Cruz inicia nesta terça-feira (28), a preparação para o duelo contra o Imperatriz/MA, que acontece no sábado, no Estádio Frei Epifânio. Com a semana livre para montar a equipe e continuar introduzindo sua filosofia de trabalho, o técnico Milton Mendes terá que fazer ao menos uma mudança obrigatória no time. Suspenso, após levar o 3º amarelo, o zagueiro William Alves desfalcará o Tricolor no Maranhão.

Leia também:
'Herói' contra ABC, Misael quase foi substituído e destaca semana livre
Milton fala em divisor de águas e elogia entrega da equipe


Contra a equipe potiguar, William Alves fez seu 12º jogo consecutivo na temporada. O nono ao lado de João Victor. Sem poder contar com o camisa 4, os nomes de Vitão e do xará William surgem como opção. Dos dois, quem deve herdar a vaga deixada por Alves é Vitão. Titular no início da temporada, ele foi o único zagueiro à disposição de Milton Mendes no banco de reservas, diante do ABC/RN. Não relacionado para o confronto do último sábado, William entrou em campo pela equipe sub-23 dois dias antes. Ele participou da derrota tricolor para o Ceará, por 2x0, na estreia do Brasileiro de Aspirantes.

Além deles, existe a expectativa pelo retorno de Danny Morais. Sem atuar desde o início do mês passado, quando se machucou contra o CRB, pela Copa do Nordeste, o zagueiro se recupera de uma lesão na coxa direita. Ao longo desta semana, ele deve dar início ao trabalho de transição. Entretanto, é improvável que o jogador de 33 anos retorne contra o Imperatriz por conta do período de inatividade. Remanescente da primeira passagem de Milton, Danny Morais deve ser inserido à equipe aos poucos.

A zaga do Santa Cruz é um problema neste início início de Série C. Em cinco jogos disputados, a defesa coral foi vazada em 10 oportunidades. Com uma média de dois gols sofridos por partida, o Tricolor tem a pior marca da competição. São dois gols a mais que o adversário do final de semana, e dos lanternas dos Grupos A e B, Treze e Atlético/AC, respectivamente. Durante a semana, Milton Mendes terá a missão de organizar o sistema defensivo para conquistar um bom resultado no Maranhão.

Veja também

Náutico divulga protocolo para o torcedor que for ao jogo contra o CRB, na Arena
Náutico

Náutico divulga protocolo para o torcedor que for ao jogo contra o CRB, na Arena

Classificados definidos: veja como ficaram os grupos do quadrangular de acesso da Série C
Série C

Classificados definidos: veja como ficaram os grupos do quadrangular de acesso da Série C