Semifinais da Copa do Brasil não terão paulista após três anos

Santos, Corinthians e Palmeiras foram eliminados

Conferência da OITConferência da OIT - Foto: Reprodução/Facebook

Pela primeira vez desde 2013, as semifinais da Copa do Brasil não terão equipes paulistas na disputa. Nesta quarta (19), Santos, Corinthians e Palmeiras entraram em campo e foram eliminados do segundo torneio mais importantes do Brasil.

Os primeiros a se despedir foram os santistas. Diante do Internacional, em Porto Alegre, a equipe comandada por Dorival Júnior foi derrotada por 2 a 0 e não conseguiu evitar a desclassificação. Ameaçado de rebaixamento, o Inter foi a campo com um time praticamente reserva, e Aylon e Eduardo Sasha fizeram os gols da vitória.

No primeiro jogo, na Vila Belmiro, a equipe de Porto Alegre havia perdido por 2 a 1 e no placar agregado saiu vencedora por 3 a 2. "Infelizmente não foi possível. Fizemos de tudo, e agora lutaremos pela melhor colocação possível (no Brasileiro)", lamentou o técnico Dorival Júnior após o confronto.

Na semifinal, os gaúchos enfrentam o Atlético-MG, que avançou após uma disputa de pênaltis contra o Juventude. No tempo normal, o jogo terminou 1 a 0 para os gaúchos, - gol de Hugo Almeida- o mesmo placar do confronto entre as equipes em Minas Gerais. Nas cobranças, o goleiro atleticano Victor defendeu duas e os seus companheiros não erraram nenhuma.

O Cruzeiro também passou de fase após passar pelo Corinthians. Com a vitória por 2 a 1 no Itaquerão, no fim de setembro, os corintianos jogavam por um empate no Mineirão, mas viram os mineiros fazerem 4 a 2 e acabar com a esperança do título que não conquista desde 2009. Na saída do gramado, os jogadores da equipe paulista saíram irritados com a arbitragem. "A falta que originou o último gol não foi nada, o pênalti eu não sei, mas a arbitragem é completamente confusa. Não posso falar o que acho, prefiro esfriar a cabeça e depois eu falo", afirmou Rodriguinho, autor do primeiro gol corintiano.

O segundo gol foi marcado por Rildo. Pelo Cruzeiro, Ábila fez dois, Bruno Rodrigo e Arrascaeta fizeram os outros. Os cruzeirenses enfrentam na semifinal o Grêmio. O time gaúcho eliminou o atual campeão do torneio, o Palmeiras, em São Paulo.

Líder do Campeonato Brasileiro, o time alviverde foi a campo com um time reserva - exceção para Gabriel Jesus, que não pode atuar na próxima rodada do Brasileiro pois cumpre suspensão, e o goleiro Jaílson - começou bem, mas após uma expulsão perdeu o ritmo e a classificação. No jogo de ida, os palmeirense haviam perdido por 2 a 1, e um placar simples de 1 a 0 os garantiam na semi. No início do segundo tempo, Thiago Martins abriu o placar que colocava o time na próxima fase.

Aos 19 min aconteceu o lance capital da partida. Para tentar tirar a bola de Everton, o atacante Allione deu um carrinho, mas acertou somente o jogador com uma força excessiva. O árbitro mostrou o vermelho. Com um jogador a menos, o Palmeiras se complicou e viu o próprio Everton marcar o gol de empate.

Os mandos de campo das semifinais serão definidos nesta quinta pela CBF.

Veja também

Marcos Vinícius é regularizado e pode estrear diante do Cruzeiro
Futebol

Marcos Vinícius é regularizado e pode estrear diante do Cruzeiro

Pela Série D, Central vence mais uma, e Salgueiro leva empate no fim
Série D

Pela Série D, Central vence mais uma, e Salgueiro leva empate no fim