Sequência do Santa Cruz definirá caminhos na Série B

Próximos dois jogos do Tricolor, diante de adversários diretos contra degola, indicará rumo do time coral

Lances de Santa Cruz x CRB, pela Série B 2017Lances de Santa Cruz x CRB, pela Série B 2017 - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Sequência de vida ou morte para o Santa Cruz no Campeonato Brasileiro da Série B. Os dois próximos duelos serão contra adversários diretos que lutam para não cair de divisão: o ABC/RN, lanterna (20º colocado) da competição, com 16 pontos, e o Goiás, primeiro time fora da zona rebaixamento (16º), com 25, respectivamente. Sem vencer há sete jogos - acumulando seis derrotas consecutivas -, a Cobra Coral tem 23 pontos e ocupa a 18ª posição.

LEIA TAMBÉM
Garotos da base estão esquecidos no Santa Cruz
O drama da vida de Raniel ex-Santa Cruz e atual Cruzeiro

No mês passado, os tricolores perderam todas as partidas disputadas e iniciaram setembro com a perspectiva de reagir imediatamente. O objetivo é emendar uma série de vitórias para sair da zona da degola e tentar se afastar da briga contra a queda à terceira divisão do futebol brasileiro. O último triunfo conquistado foi sobre o Vila Nova/GO por 1x0, na Arena de Pernambuco, no dia 18 de julho.

O confronto diante dos potiguares, no próximo sábado (9), às 19h, na Arena das Dunas, marcará a estreia do técnico Marcelo Martelotte. Há mais de uma semana no Arruda, ele ganhou tempo para conhecer o elenco e tirar suas conclusões para armar a escalação ideal. Até a partida, serão mais quatro dias para fazer testes na equipe e definir a formação titular.

Depois do ABC/RN, o Santa retornará ao Arruda para encarar os goianos. O jogo está marcado para o dia 16 de setembro. Com isso, o grupo coral terá mais uma semana para se preparar visando uma partida decisiva para as pretensões no Brasileiro.

Veja também

FIFA divulga as dez transferências mais caras de 2020
Futebol

FIFA divulga as dez transferências mais caras de 2020

Leonardo diz que Messi interessa, mas afirma que não é hora de sonhar
Futebol

Leonardo diz que Messi interessa, mas afirma que não é hora de sonhar