Serena Williams "ama" Andy Murray por resposta feminista em coletiva

Depois de pergunta um tanto sexista de repórter, o britânico o corrigiu lembrando de feito da tenista americana

Serena WilliamsSerena Williams - Foto: Paul Crock/AFP

A americana Serena Williams declarou nesta sexta-feira (14) que todas as tenistas "amam" Andy Murray, depois do tenista britânico, número 1 do mundo, corrigir um jornalista que formulou uma pergunta um tanto sexista.

Na quarta-feira, após ser eliminado nas quartas de final de Wimbledon, Murray deu coletiva de imprensa e corrigiu um repórter, que afirmou que Sam Querrey, seu algoz na rodada, era "o primeiro americano a alcançar as semifinais de um Grand Slam desde 2009".

"Primeiro homem americano", corrigiu Murray, referindo-se à Serena, recordista de títulos de Grand Slam (23) e atual campeã em Wimbledon.

"Não deve ter uma mulher atleta que não ama Murray", declarou Serena à emissora ESPN.

"Ele fala em nome dos direitos das mulheres. Ele fez isso novamente. Ele é assim, por isso o amamos. Ele fez muito por nós nas quadras", completou a campeã, que não participa da atual edição de Wimbledon por gravidez. 

Veja também

Conmebol define datas de rodada tripla das Eliminatórias em outubro
Eliminatórias

Conmebol define datas de rodada tripla das Eliminatórias em outubro

Sem lesão, Sabino viaja e reforça Sport contra o Galo
Sport

Sem lesão, Sabino viaja e reforça Sport contra o Galo