Série C: Náutico faz duelo direto com Confiança

Confronto Confiança x Náutico, válido pela 13ª rodada do Grupo A, será realizado neste sábado, no Batistão, em Aracaju

Ortigoza é um reforço e tanto para o ataque alvirrubroOrtigoza é um reforço e tanto para o ataque alvirrubro - Foto: Léo Lemos/Divulgação/Náutico

Colados na tabela de classificação do Grupo A da Série C, Náutico e Confiança duelam neste sábado, no Batistão. Ambos estão com 19 pontos, com o Timbu em segundo e o Dragão em terceiro por conta do critério de número de vitórias (6x4). Os mandantes não vencem há seis jogos, enquanto os visitantes estão embalados após quatro triunfos seguidos. Semelhantes na colocação, mas diferentes no retrospecto recente, os nordestinos farão nesta noite um confronto direto pela permanência do G4.

O Náutico terá o retorno de Ortigoza, artilheiro da temporada com 10 gols. Após cumprir suspensão automática nas duas rodadas anteriores, por conta do cartão vermelho recebido contra o Santa Cruz, o centroavante está confirmado no jogo, substituindo o lesionado Lelê. Robinho, que estava atuando como “falso 9”, voltará à sua função no ataque pelos lados. Na defesa, Camutanga e Camacho brigam pela vaga de Rafael Ribeiro, vetado devido uma lesão na coxa esquerda. Bruno, Sueliton, Bryan e Assis completam a defesa.

O Confiança também terá novidades na zaga. Com a saída de Gabriel para o futebol árabe, o técnico Luizinho Lopes deve acionar Vinícius Simon ao lado de Rodolfo. A meta dos sergipanos para a sequência final da primeira fase é somar mais nove dos próximos 18 pontos em disputa, ratificando a vaga nas quartas de final. O clube, inclusive, esteve no G4 do Grupo A em todas as rodadas. Em 12 partidas, o time venceu quatro, empatou sete e perdeu apenas uma, para o Botafogo/PB. Mas o alerta está ligado: um tropeço para os alvirrubros e uma vitória do Globo/RN (4º colocado) contra a Juazeirense/BA vai tirar o Dragão pela primeira vez do bloco dos quatro melhores.

No primeiro turno, o Confiança levou a melhor e venceu o Náutico na Arena de Pernambuco, por 4x2 - única derrota do clube em casa na Série C. O resultado provocou a demissão do então técnico alvirrubro, Roberto Fernandes. O interino Dudu Capixaba comandou o Timbu nas duas rodadas posteriores, antes da chegada do atual treinador, Márcio Goiano.

Contas

Pegando como exemplo as edições da Série C desde 2012, quando foi adotado o atual modelo de disputa, a média de pontos necessária para terminar a fase inicial no G4 foi de 27. Há seis anos, porém, houve clube que terminou entre os quatro melhores com apenas 24. Em contrapartida, em 2015, o Confiança só alcançou o quarto lugar ao somar 31 pontos.

Ficha técnica

Confiança
Genivaldo; Ângelo, Simon, Rodolfo e Radar; Diogo, Everton, Rafael Vila e Raí; Iago e Léo Ceará. Técnico: Luizinho Lopes

Náutico
Bruno; Bryan, Camacho (Camutanga), Sueliton e Assis; Josa, Luiz Henrique e Jhonnatan; Dudu, Robinho e Ortigoza. Técnico: Márcio Goiano

Local: Batistão (Aracaju/SE)
Horário: 21h
Árbitro: Salim Fende Chavez (SP). Assistentes: Daniel Luis Marques e Vitor Carmona Metestaine (ambos de SP)
Transmissão: Esporte Interativo.

Veja também

Brasil se impõe e goleia Peru em noite de testes de Tite
Copa América

Brasil se impõe e goleia Peru em noite de testes de Tite

Triênio e remuneração dos gestores: Conselho do Náutico propõe mudanças no Estatuto
Futebol

Triênio e remuneração dos gestores: Conselho do Náutico propõe mudanças no Estatuto