Sevilla e United medem forças nas oitavas da Champions

Equipes duelam nesta quarta-feira para dar importante passo rumo a classificação às quartas de final da Liga

Alexis Sánchez é esperança de gols do UnitedAlexis Sánchez é esperança de gols do United - Foto: Oli Scarff/AFP

O Sevilla recebe nesta quarta-feira o Manchester United na ida das oitavas de final da Liga dos Campeões e busca dar um passo rumo a uma rara classificação às quartas, fase que alcançou apenas uma vez em sua história.

A equipe espanhola não aparece entre as oito melhores equipes da Europa desde sua estreia na maior competição de clubes do continente em 1957/1958, quando foi derrotado pelo Real Madrid (8x0, 2x2).

"É uma oportunidade perfeita para passar às quartas e fazer história", declarou nesta terça-feira em coletiva de imprensa o defensor Sergio Escudero.

Nesta quarta-feira, num lotado estádio Sánchez Pizjuán, o Sevilla buscará um resultado que lhe dê uma vantagem para chegar ao jogo de volta, em Old Trafford, mais tranquilo.

Jogar com atrevimento

O técnico do Sevilla, o italiano Vincenzo Montella, poderá contar com seus principais jogadores. O argentino Ever Banega e o colombiano Luis Muriel, que vinham sofrendo com problemas musculares nos últimos dias, treinaram com o elenco e estão prontos para o jogo.

Quem também voltou aos treinos nesta segunda-feira foi o argentino Joaquín Correa, que no sábado precisou ser substituído da partida do Campeonato Espanhol contra o Las Palmas.

"São jogos do maior nível possível e é preciso jogar com concentração, cabeça, físico, técnica, velocidade. Amanhã teremos que jogar desta maneira, e teremos também que jogar de maneira atrevida", adiantou Montella.

O Sevilla enfrentará pela primeira vez na Champions o Manchester United, que chega às oitavas de final da competição pela primeira vez desde a temporada 2013/2014.

Após conquistar a última edição da Liga Europa, os Diabos Vermelhos querem subir de patamar nesta temporada, na qual o técnico José Mourinho já desistiu da briga pelo título do Campeonato Inglês.

Segundo colocado da Premier League a 16 pontos do líder, o arquirrival Manchester City, a Champions, conquistada pela última vez em 2008, aparece como grande objetivo do United. O clube inglês, porém, chega ao duelo contra o Sevilla repleto de dúvidas por lesões.

Alexis de volta à Espanha

Mourinho praticamente descartou poder contar com Marcos Rojo, Phil Jones, Marouane Fellaini e Zlatan Ibrahimovic para o confronto desta quarta. Por outro lado, deverá contar com as voltas de Marcus Rashford e Ander Herrera.

Os desfalques de Rojo e Jones poderiam promover a entrada de Eric Bailly na zaga titular.

No ataque, o belga Romelu Lukaku aparece como a esperança de gols e contará com o apoio de Alexis Sánchez, ex-jogador do Barcelona e contratação estelar do United em janeiro.

"Somos uma grande equipe, com grandes jogadores, defensivamente somos muito fortes, temos jogadores na frente muito rápidos, com muita qualidade e que marcam muitos gols", alertou o goleiro do United, o espanhol David de Gea, em entrevista ao site da Uefa.

"Acho que somos uma equipe compacta, forte e essas são nossas melhores armas", completou.

Prováveis escalações:

Sevilla - Sergio Rico; Navas, Mercado, Lenglet, Escudero; N'Zonzi, Banega; Sarabia, Franco Vázquez, Correa (ou Nolito); Muriel. Técnico: Vincenzo Montella (ITA)

Manchester United - De Gea; Valencia, Bailly, Smalling, Young; Matic, Pogba; Lingard, Alexis, Martial; Lukaku. Técnico: José Mourinho (POR)

Veja também

Palmeiras anuncia contratação do técnico português Abel Ferreira
Futebol

Palmeiras anuncia contratação do técnico português Abel Ferreira

Sem casos no Sport, Jair se solidariza com Kleina e Martelotte, diagnosticados com Covid
Sport

Sem casos no Sport, Jair se solidariza com Kleina e Martelotte, diagnosticados com Covid