A-A+

Simone Biles conquista inédito tetracampeonato mundial

As brasileiras Flávia Saraiva e Jade Barbosa terminaram a final, respectivamente, na oitava e 15ª colocações

Simone Biles, ginasta dos Estados UnidosSimone Biles, ginasta dos Estados Unidos - Foto: KARIM JAAFAR / AFP

A americana Simone Biles se tornou a primeira tetracampeã mundial do individual geral de ginástica, nesta quinta-feira (1), entrando para a história da modalidade ao superar a tricampeã russa Svetlana Khorkina.

Leia também:
Equipe feminina do Brasil encerra Mundial na 7ª colocação
Com falhas, Brasil fica em sétimo no Mundial de ginástica


Com um total de 57,491 pontos, Biles acabou sofrendo com duas quedas, mas levou a melhor pelo alto nível de dificuldade de suas séries. A medalha de prata foi para a japonesa Mai Murakami (55,798) enquanto a americana Morgan Hurd, que defendia o título da competição, levou o bronze (55,732).

Com apenas 21 anos, Biles alcança a marca de 12 títulos mundiais e amplia ainda mais seu recorde na modalidade. A americana de Ohio tem três medalhas de ouro a mais que Khorkina.

As brasileiras Flávia Saraiva e Jade Barbosa terminaram a final respectivamente na oitava e 15ª colocações. Flavinha fez 54,366 pontos, enquanto Jade somou 52,866 unidades.

Classificação final do concurso individual geral feminino, durante o campeonato mundial de ginástica artística:

1. Simone Biles (EUA) 57,491 pontos

2. Mai Murakami (JPN) 55,798

3. Morgan Hurd (EUA) 55,732

4. Nina Derwael (BEL) 55,699

5. Angelina Melnikova (RUS) 55,698

6. Mélanie de Jesus dos Santos (FRA) 55,599

7. Chen Yile (CHN) 54,632

8. Flávia Saraiva (BRA) 54,366

15. Jade Barbora (BRA) 52,866

Veja também

Classificados definidos: veja como ficaram os grupos do quadrangular de acesso da Série C
Série C

Classificados definidos: veja como ficaram os grupos do quadrangular de acesso da Série C

'O objetivo desse jogo era fazer observações', comenta Roberto Fernandes, após despedida da Série C
Santa Cruz

'O objetivo desse jogo era fazer observações', comenta Roberto Fernandes, após despedida da Série C