Olimpíadas

Situação ideal para Jogos de Tóquio é ter torcedores, diz governadora

Discurso de Koike ocorre uma semana após recorde de casos de Covid-19 na cidade japonesa

Aros olímpicos em ponto turístico de TóquioAros olímpicos em ponto turístico de Tóquio - Foto: AFP

A governadora de Tóquio, Yuriko Koike, disse nesta terça-feira (24) que a situação ideal para a Olimpíada de 2020, adiada para o ano que vem, é ver os locais de competição repletos de torcedores, enquanto os organizadores lutam para planejar os Jogos em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Como as infecções de Covid-19 estão em alta em muitos países, os organizadores olímpicos ainda não decidiram se permitirão a presença de torcedores no ano que vem - e nem quantos, em caso positivo.

Falando no Clube de Correspondentes Estrangeiros do Japão, Koike disse que os organizadores ainda têm esperança de ter torcedores nos locais de competição quando a Olimpíada começar, em julho.

"A situação ideal... seria todos os atletas de todos os países virem aqui em segurança e com paz de espírito e a Olimpíada poder, como em anos anteriores, ser realizada com a presença plena dos torcedores também", disse a governadora.
 

Os organizadores haviam dito que não tomarão uma decisão sobre a quantidade de torcedores antes da primavera loca. Embora o Japão tenha praticamente evitado os números altos de infecções de Covid-19 vistos em outros países, na semana passada os casos diários de Tóquio atingiram recordes acima de 500.

Koike alertou que a capital japonesa está testemunhando um aumento de infecções entre moradores mais velhos, incluindo casos de pessoas que contraíram o vírus comendo fora e o transmitiram a parentes idosos em casa.

Veja também

Com hepta de Amandinha, Brasil domina premiação do futsal mundial
Futsal

Com hepta de Amandinha, Brasil domina premiação do futsal mundial

CBF confirma datas e horários das finais da Série D do Brasileiro
Futebol

CBF confirma datas e horários das finais da Série D do Brasileiro