Sorriso cobra elenco: 'Responsabilidade é mais dos atletas'

Pressão maior no Arruda: gerente remunerado do Santa Cruz pede mudança de postura por volta por cima

Luciano Sorriso voltou ao Arruda, quatro anos depois, com status de "superministro"Luciano Sorriso voltou ao Arruda, quatro anos depois, com status de "superministro" - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Um dia depois da demissão do técnico Leston Júnior, o executivo de futebol do Santa Cruz, Luciano Sorriso, esteve no estádio do Arruda, na tarde desta segunda-feira (20), para conceder entrevista coletiva. No dia da reapresentação do elenco, o gerente remunerado tricolor revelou que os jogadores do elenco sofreram uma cobrança mais forte. Para ele, a maior parte da culpa pelo mau início do clube no Campeonato Brasileiro da Série C é dos atletas.

“A principal cobrança é em cima dos jogadores. Tive 22 anos de carreira (como jogador) e tenho muita leitura. Hoje percebo que a responsabilidade é mais dos atletas. Eles sabem disso e, inclusive, já falei isso para todos. É preciso ter uma mudança de postura. O cenário hoje é complicado porque a pressão é de fora para dentro. Então, alguns atletas respondem bem, mas outros não. Nosso grupo é trabalhador e todos estão conscientes. Tiramos o treinador e agora não temos mais quem tirar”, declarou o dirigente coral.

Luciano Sorriso ainda reiterou que era contra a saída do técnico Leston Júnior, mas afirmou que a demissão foi para “chacoalhar” o grupo. “Eu não apoiava o desligamento do treinador, mas chegamos num momento que precisávamos de um ‘choque’. E ele foi dado. Agora, a gente espera que os jogadores respondam e estamos atrás de um profissional para motivá-los”, destacou.

Pressionado por grande parte da torcida do Santa, o diretor tricolor não fugiu da cobrança e quer recuperar o Tricolor com o acesso à Série B.

“Desde o momento que aceite o projeto, eu sabia que não viveria só momentos de glórias. A gente precisa aprender com as adversidades e estamos tirando lições no decorrer dos dias. O tempo tem provado que se não sairmos das nossas convicções, temos margem para dar um passo maior. Sabemos das nossas responsabilidades. Agora, temos que assumir, encarar e tenho certeza que iremos dar a volta por cima”, pontuou Luciano Sorriso.

Veja também

Brasil sofre primeira derrota, mas avança no Mundial de Handebol
Handebol

Brasil sofre primeira derrota, mas avança no Mundial

Juíza acata pedido e Jonatan Gómez tem vínculo encerrado com o Sport
Sport

Juíza acata pedido e Jonatan Gómez tem vínculo encerrado com o Sport