Sport afunda Figueirense e persegue líderes na Série B

Leão venceu os catarinenses por 2x1, neste domingo (15), no Orlando Scarpelli, cria gordura no G4 e encosta nos líderes

Norberto foi titular durante a Série BNorberto foi titular durante a Série B - Foto: Cristiano Andujar/Futura Press/Folhapress

Para espantar a fama de "levanta defunto", o Sport ampliou a crise no Figueirense ao vencer por 2x1, neste domingo (15), no Orlando Scarpelli. Com a vitória, o Leão chegou aos 38 pontos e permanece em terceiro lugar com a mesma pontuação do vice-líder Atlético/GO, mas levando a pior nos critérios de desempate. O triunfo também deu uma "gordura" maior para os leoninos na classificação geral, já que abriram cinco pontos de distância do quinto colocado. Como cereja do bolo, os rubro-negros completaram sete jogos de invencibilidade nesta Série B.

Leia também:
Sem vencer há 14 jogos, Figueira tem ex-atletas do Sport
Sport quer prolongar boa fase e afundar o Figueirense
Sport oficializa acordo com Willian Farias

Dentro de campo, o que se viu foi um jogo equilibrado na primeira etapa. Conseguindo repetir uma escalação depois de 14 rodadas, o treinador Guto Ferreira aproveitou pouco essa sequência. Isso porque Hyuri teve que deixar o gramado, aos 27 minutos, com uma lesão na coxa direita, e João Igor aos 38 minutos também deixou o gramado após um choque com Zé Antônio. E as primeiras chances da partida foram do Figueirense. Com um minuto de bola rolando, Betinho arriscou de fora e o chute foi fraco, mas Mailson se atrapalhou e quase tomou um frangaço, com a bola pegando na trave e correndo pela linha. Aos dez minutos, William Popp aproveitou cruzamento e mandou na trave.

A resposta leonina foi mortal e em forma de pintura. Em triangulação rápida aos 15 minutos, Hyuri deu lindo passe de calcanhar e Hernane Brocador chegou batendo, com categoria: 1x0. Sem muita qualidade, os mandantes tentavam o empate, mas em jogadas esporádicas. Numa delas, Hyuri Mamute errou a cabeçada. No fim, o Leão quase conseguiu ampliar, mas a cabeçada de Leandrinho parou na marcação.

Na segunda etapa, o jogo se manteve equilibrado. No caso do Sport, a marcação ficou ainda mais ajustada. E conseguindo controlar o adversário, os rubro-negros também souberam o momento exato de dar a mordida fatal. Aos 16 minutos, o estreante Marcinho fez bela jogada na linha de fundo e cruzou voltando para Norberto cabecear com estilo e sem chance para o goleiro: 2x0. A fase do Figueirense é tão ruim que até quando tudo parece que vai dar certo, algo sai errado. Aos 17 minutos, Betinho chutou forte e a bola explodiu no travessão. Na volta, o mesmo Betinho arriscou e Mailson fez grande defesa. No final, Andrigo arriscou e Mailson tomou um frango, mas acabou assim. 

Ficha técnica

Figueirense 1
Matheus Vidotto; Victor Guilherme, Alemão, Ruan Renato e Héliton; Zé Antônio (Patrick), Betinho (Andrigo) e Tony; Robertinho, Willian Popp e Yuri Mamute (Matheus Lucas). Técnico: Vinícius Eutrópio.

Sport 2
Mailson; Norberto, Adryelson, Rafael Thyere e Sander; João Igor (Marcão), Charles, Hyuri (Marcinho), Leandrinho e Guilherme; Hernane Brocador (Élton). Técnico: Guto Ferreira.

Local: Orlando Scarpelli (em Florianópolis). Árbitro: Andrey da Silva e Silva (PA). Assistentes: Marcio Gleidson Correia Dias e Bárbara Roberta da Costa Loiola (ambos do PA). Gols: Hernane Brocador (aos 15 do 1ºT). Norberto (aos 15 do 2ºT) e Andrigo (aos 44 do 2ºT). Cartões amarelos: Betinho e William Popp (Figueira). Norberto e Leandrinho (Sport). Público e renda: não divulgados.

Veja também

Grêmio e Palmeiras dão pontapé inicial na decisão da Copa do Brasil
Copa do Brasil

Grêmio e Palmeiras dão pontapé inicial na decisão da Copa do Brasil

De volta ao Nordestão, Salgueiro recebe Bahia, no Cornélio de Barros
Copa do Nordeste

De volta ao Nordestão, Salgueiro recebe Bahia, no Cornélio de Barros