Série B

Sport apresenta reforços ofensivos Gustavo Coutinho e Wanderson

Atletas estão aptos a estrear no próximo duelo do Leão, contra o Ituano, na terça-feira (9)

Wanderson e Gustavo Coutinho foram apresentados pelo Sport nesta sexta-feira (5)Wanderson e Gustavo Coutinho foram apresentados pelo Sport nesta sexta-feira (5) - Foto: Divulgação/Sport Club do Recife

O Sport apresentou nesta sexta-feira (5) as novas adições ao até então bastante criticado setor ofensivo: o jovem Gustavo Coutinho, destaque pelas Séries C e D do Campeonato Brasileiro, e o veterano Wanderson, retornando ao Brasil após quase uma década na Europa, onde chegou a disputar a Uefa Champions League e as eliminatórias da Eurocopa pela seleção da Bulgária.

Chegando à Ilha do Retiro emprestado pelo Fortaleza, Gustavo Coutinho fazia uma boa temporada pelo Botafogo-PB na terceira divisão do Brasileiro quando recebeu proposta do Leão, e fez questão de esclarecer para a torcida rubro-negra quando questionado sobre os rumores de que não queria deixar o Belo.

“Eu falei que não sairia do Botafogo se não pela maneira correta, não queria sair brigando com ninguém, nem sair pela porta dos fundos, só se o Sport fosse até o Botafogo e o Fortaleza negociar de maneira correta e sincera, como deve ser. Desde que eu soube do interesse, meu desejo sempre foi vir para o Sport”, explicou.

Balançando a rede 19 vezes em 32 jogos pelo Botafogo-PB, e 13 vezes em 9 partidas disputadas com o Cabofriense na Série D, Gustavo Coutinho se junta à Vagner Love no Sport como o homem de área com fome de gols, um perfil procurado pelo Leão, que apresentou dificuldades com as finalizações durante o primeiro turno.

“Esperamos que as contratações sejam correspondidas. Ninguém contratou Vagner Love, eu ou Wanderson para compor elenco, mas porque viram um déficit e acreditam que podemos ser a solução. Sabemos que o peso do gol está sobre nós. Tenho outras responsabilidades, como marcar, correr atrás, mas a maior é fazer gol e dar mais poder ofensivo ao Sport”, pontuou.

E falando sobre Vagner Love, Coutinho não conseguiu conter a alegria de ter a oportunidade de defender as mesmas cores que seu ídolo. “Eu tenho 23 anos, estava em 2009 e 2010 vendo Vagner Love jogar na televisão, tinha dez, onze anos. É um sonho realizado estar jogando ao lado dele”, disse.

“Se vamos jogar juntos, quem vai decidir é o professor Claudinei. O que importa é fazer o melhor para o Sport”, afirmou. “Não tem cadeira cativa, não tem titular ou reserva. Aquele que tiver melhor, é o que vai jogar. Eu estou com os melhores”, complementou.

Já o veterano de 34 anos Wanderson chega ao Sport para agregar experiência e versatilidade. Se destacando pelo posicionamento ofensivo no lado direito em sua passagem pela Bulgária, o atleta jogava como meia no Brasil, e se vê apto para desempenhar ambas as funções e até mesmo algumas outras caso seja necessário, apesar de ainda não saber como será utilizado pelo técnico Claudinei Oliveira.

“Eu prefiro estar jogando, pode ser em qualquer posição. Se quiser me colocar como volante, faço de tudo. Mas ainda não tive essa conversa com o Claudinei, devo ter essa semana, já que estou apto a jogar”, afirmou.

Em sua carreira no Brasil, Wanderson chegou a disputar todas as divisões do Campeonato Brasileiro. No entanto, oito anos na Europa deixam até os mais experientes atletas desacostumados ao se depararem com outro estilo predominante de jogo. Treinando há uma semana pelo Sport, o ponta se sente apto a entrar em campo, mas reconhece que ainda precisa entrar no ritmo.

“Sei muito bem que a Série B é muito difícil, principalmente esse ano com grandes clubes. Por ter ficado muito tempo fora, pra mim vai ser muito difícil, mas creio que vou me adaptar o mais rápido possível. Em uma ou duas semanas vou estar entrosado com a equipe, adaptado com o campeonato. O futebol da europa é bem diferente do brasileiro, mas já estou treinando há uma semana no Sport”, disse.
 

Veja também

Por falta de quórum, assembleia para mudança de estatuto do Náutico é adiada
Náutico

Por falta de quórum, assembleia para mudança de estatuto do Náutico é adiada

PM acusado da morte de lutador de jiu-jitsu se entrega
São Paulo

PM acusado da morte de lutador de jiu-jitsu se entrega