Sport

Sport busca prolongar vínculo de atletas com contrato até dezembro de 2020

Mesmo que esteja de olho no mercado, ideia do clube é estender os contratos até, pelo menos, o fim do Brasileiro

Maidana, zagueiro do SportMaidana, zagueiro do Sport - Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

Na última semana, o Sport ficou próximo de perder Leandro Barcia. Entretanto, com desfecho que poucos imaginavam, o uruguaio permaneceu na Ilha do Retiro, após negociação conduzida pelo presidente Milton Bivar, onde o Sport não precisou comprar os direitos do atleta. Antes com contrato até o fim de 2020, o camisa 11 ainda teve seu vínculo prolongado até fevereiro, quando termina o Brasileirão. Agora, além do atacante, o clube rubro-negro busca prorrogar o contrato de outros jogadores do elenco.  

Atualmente, o Sport conta com 12 jogadores que têm seus contratos com o clube se encerrando em dezembro deste ano. São eles, os zagueiros Iago Maidana e Rafael Thyere, o lateral-direito Raul Prata, os volantes Betinho, Ronaldo Henrique e Marcão, os meias Bruninho e Lucas Mugni, além dos atacantes Marquinhos, Maxwell, Philip e Ronaldo. 

De acordo com o presidente Milton Bivar, a ideia é estender o vínculo dos jogadores, pelo menos, até o final do Campeonato Brasileiro, para que o Leão não perca peças em busca dos seus objetivos. Nomes como Maidana, Betinho, Ronaldo Henrique, Marcão, Lucas Mugni e Marquinhos têm sido usados com frequência pelo técnico Jair Ventura. O caso do defensor emprestado pelo Atlético/MG, inclusive, deve ser uma das prioridades. Titular em todos os jogos do time na Série A, o zagueiro é o artilheiro da equipe na competição, com quatro gols. 

"Assim como fizemos com Barcia, vamos ter que fazer com outros jogadores que têm contrato até dezembro. Outros têm contrato mais longos e ficamos despreocupados, mas vamos ver isso direitinho para não ter problemas na reta final do ano", falou o mandatário. 

Além de buscar estender o contrato dos atletas, Bivar também garantiu que segue atento ao mercado. Segundo ele, jogadores podem chegar para reforçar o grupo, porém, nada de extrapolar o orçamento do clube. "Estamos olhando, mas não podemos nos precipitar. Temos que ser cirúrgicos, dentro das nossas possibilidades. Não quero iludir o torcedor falando em grandes contratações, mas uma ou duas chegadas vão acontecer", explicou.

Veja também

Bahia, São Paulo e Vasco conhecem adversários da Copa Sul-Americana
Sulamericana

Bahia, São Paulo e Vasco conhecem adversários da Copa Sul-Americana

Com mais testes, elenco do Santa vai se pondo sob medida para o 'estilo Martelotte'
Santa Cruz

Com mais testes, elenco do Santa vai se pondo sob medida para o 'estilo Martelotte'