Campeonato Pernambucano

Sport e Salgueiro se reencontram cheios de mudanças

Em relação ao triunfo sertanejo da primeira fase, técnicos são outros, e equipes mantiveram apenas três jogadores no time titular

Sport 1x2 SalgueiroSport 1x2 Salgueiro - Foto: Anderson Stevens/ Sport Club do Recife

Na segunda-feira, na Ilha do Retiro, não será a primeira vez que Sport e Salgueiro irão se enfrentar em mata-mata de Campeonato Pernambucano. Muito pelo contrário. Será a sexta ocasião que os times duelam em fases finais da competição. Entre elas, pelo menos duas ficaram marcadas nas cabeças de rubro-negros e tricolores sertanejos. Em 2015, o Carcará eliminou o Leão nesta mesma fase, antes de perder a final para o Santa Cruz. Dois anos mais tarde, se reencontraram, desta vez na decisão, e o clube da Praça da Bandeira levou a melhor, ficando com o título. Na soma dos cinco encontros, 4x1 para os recifenses. 

Na primeira fase da atual edição, o Salgueiro levou a melhor. No palco do encontro da próxima segunda-feira, o Carcará bateu o Leão por 2x1. À época, o time da capital foi comandado por César Lucena, uma vez que o técnico Jair Ventura ainda não havia sido regularizado. Já os sertanejos tinham Daniel Neri no comando. Com a bola rolando, Mikael marcou um golaço do meio-campo para os mandantes, enquanto Raimundinho e Leozão anotaram os gols do Salgueiro. Agora, Umberto Louzer e Marcos Tamandaré são os responsáveis por tentar levar seus respectivos times à final. 

Além dos treinadores, as formações das equipes estão bem modificadas. No Sport, apenas Maílson, Sander e Mikael devem aparecer novamente entre os titulares. Além deles, Gustavo briga com Thiago Lopes por uma vaga no time. No mais, o Leão tinha Ricardinho, Pedrão, Chico, Márcio Araújo, Serrato, Ewerthon e Luciano Juba. Destes, três não fazem mais parte do elenco.

Enquanto Luciano Juba e Pedrão foram emprestados para o Confiança/SE, Marcos Serrato deixou a Ilha do Retiro para defender o Avaí. 

Para o encontro decisivo de segunda-feira, o Sport deve iniciar a partida com Maílson; Patric, Maidana, Adryelson e Sander; Marcão, Júnior Tavares e Gustavo (Thiago Lopes); Neílton, Toró e Mikael. 

Já o Salgueiro, também viu sua escalação ser bastante modificada entre os dois jogos. No duelo com o Vera Cruz, que valeu a vaga na semifinal, por exemplo, o Carcará entrou em campo com Tanaka; Dadinha, Ranieri, Richard e Alan Pires; Raimundinho, Aruá, Felipe Baiano e Tarcísio; Cássio Ortega e Renato Henrique.

No compromisso do dia 3 de março, só Felipe Baiano, Tarcísio e Cássio Ortega figuravam entre os titulares, na formação que ainda tinha Lucas Ferreira; Sinho, Elenilson e Leozão; Bruno Sena e Moreilândia; Thomas Anderson e Alison Araçoiaba. 

Veja também

Novo presidente do Sport será escolhido via eleições diretas
Futebol

Novo presidente do Sport será escolhido via eleições diretas

Tite promete novas mudanças no Brasil e critica gramado do Nilton Santos
Seleção Brasileira

Tite promete novas mudanças no Brasil e critica gramado do Nilton Santos