A-A+

Sport elege prioridade do primeiro semestre

Ausente das duas últimas edições, Rubro-negro aponta Copa do Nordeste como carro-chefe do primeiro semestre

Drubscky não crê que Leão conseguirá regularizar todos os atletasDrubscky não crê que Leão conseguirá regularizar todos os atletas - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Ausente nas edições 2018 e 2019, o Sport voltará a disputar a Copa do Nordeste neste ano, quando buscará o quarto título. Na última participação, em 2017, o Leão acabou com o vice-campeonato, depois de perder a final para o Bahia. Internamente, a competição é tratada como o "carro-chefe" do primeiro semestre em virtude da sua importância nos aspectos financeiro e técnico. Junto com o Campeonato Paulista, o Nordestão é o torneio da primeira metade do ano que reúne mais clubes das Séries A e B. Das 40 equipes, dez disputam o principal Estadual do País e outras dez jogam o Regional.

“É uma competição forte, que, com certeza, será nosso foco principal no primeiro semestre, além da Copa do Brasil. Mas a Copa do Nordeste é o nosso carro-chefe”, declarou o executivo de futebol rubro-negro, Lucas Drubscky. “Vamos com tudo para sermos campeões, estamos montando um time para isso”, completou.

Na reapresentação do grupo na quinta-feira, o volante Willian Farias afirmou, ao ser questionado sobre o assunto, que um clube como o Sport não pode ficar sem disputar uma competição tão importante como a Copa do Nordeste. Ele acredita que o torneio ainda serve de preparação para o Campeonato Brasileiro da Série A.

"Eu acho que a Copa do Nordeste é um campeonato de um nível alto, tem grandes clubes que disputam a Série A e Série B do Brasileiro. O Sport não pode ficar fora de uma competição dessa. São clássicos do futebol nordestino, e acredito que vai elevar a nossa forma física, tática, técnica, porque são bons jogos. É uma forma de preparação para o principal objetivo que é o Campeonato Brasileiro", falou o atleta.

O Sport integra o Grupo A junto com ABC, Bahia, Botafogo/PB, CRB, Fortaleza, Freipaulistano e River/PI. Como as equipes de um grupo enfrentam as do outro, o Leão tem estreia marcada para o dia 25 deste mês, quando vai a Maceió medir forças contra o CSA, no Rei Pelé.

Diferente do ano passado, quando não jogou o certame nordestino e ainda acabou eliminado na primeira fase da Copa do Brasil, o Sport pretende utilizar essas competições do primeiro semestre para dar rodagem aos jovens do elenco. Principalmente no Campeonato Pernambucano. “Temos uma boa expectativa com eles. Este primeiro semestre será uma loucura de jogos. Teremos uma partida a cada três dias, praticamente. Se vamos disputar uma competição ou outra com os jogadores que vieram da base, ou não, é questão de momento, de ir jogo a jogo. Mas, claro, que todos terão oportunidade de mostrar o seu valor”, explicou Drubscky.

Leia também:
Prata quer atuar mais vezes para recuperar tempo perdido
Leandro Barcia chega sob elogios e expectativa
Ainda sem Brocador, Sport volta ao batente

Veja também

Chateado com gols de bola aérea, Florentín lamenta postura contra Palmeiras: 'ficamos muito atrás'
Sport

Chateado com gols de bola aérea, Florentín lamenta postura contra Palmeiras: 'ficamos muito atrás'

Sport sai na frente, não consegue segurar pressão e sofre virada para o Palmeiras
Campeonato Brasileiro

Sport sai na frente, não consegue segurar pressão e sofre virada para o Palmeiras