Sport emperra no Guarani e torce para não deixar o G4

Após sair na frente, Leão sofreu empate do Bugue e permanece em quarto lugar, com 22 pontos, mas terá que secar rivais

Atacante Ezequiel, do Sport, disputa lance. Atacante Ezequiel, do Sport, disputa lance.  - Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Não tem jeito. Seja no castigado gramado da Ilha do Retiro ou no tapete da Arena de Pernambuco, o Sport sofre com as retrancas desta Série B. Após empate contra o Brasil de Pelotas no último jogo em casa, foi a vez de o Leão emperrar diante do Guarani, na noite desta segunda-feira (29), na Arena de Pernambuco, empatando em 1x1. Com o resultado, os rubro-negros chegaram aos 22 pontos, mas permaneceram na quarta colocação, devendo perder posições com o desfecho da rodada. Sem muito tempo para se recuperar, os leoninos voltam a campo já nesta quinta-feira, contra o Coritiba, em confronto direto, também em São Lourenço da Mata.

Leia também:
Antes de Sport x Guarani, Fumagalli ganha camisa do Leão
Na Arena de PE, Sport pega o Guarani para se firmar no G4
Sport inicia vendas simultâneas para Guarani e Coritiba

Dentro de campo, o Sport obedeceu ao roteiro tradicional e começou tomando as rédeas da partida. Utilizando o cansaço muscular e risco de lesão, o treinador Guto Ferreira resolveu poupar o lateral-direito Norberto e meia Guilherme, acionando Raul Prata e Yan. O time sentiu um pouco a falta de entrosamento com essas duas peças, apesar da boa movimentação de Yan. Logo aos dois minutos, Brocador chegou um pouco atrasado e não conseguiu tirar do goleiro, na primeira boa situação do jogo. Sem conseguir furar a retranca paulista, o único jeito foi na jogada individual. Em velocidade, Ezequiel desceu pela esquerda e puxou para o meia. Yan veio no embalo e bateu forte para abrir o placar: 1x0.

Como já vem virando costume nesta temporada, o Sport fez o gol e recuou. Começando a gostar da partida, o Guarani foi se soltando. E aos 36, Ronaldo parou pedindo falta em Charles, Bruno Souza enfiou para Davó tocar na saída de Mailson e empatar o duelo. A última chance leonina na primeira etapa foi aos 43 minutos, com Adryelson cabeceando com perigo.

Na segunda etapa, com apenas um minuto o goleiro Jéfferson se chocou com Adryelson e teve que deixar o campo. O reserva Kléver não demorou muito para ser testado. Aos sete minutos, Rafael Thyere cruzou rasteiro e Charles mandou a bomba para a boa defesa do arqueiro. E aos 25 minutos, o Leão quase chegou ao segundo gol. Após pegar sobra, Leandrinho bateu com muito perigo.

Um minuto depois, Guto Ferreira resolveu acionar Guilherme e o time ganhou em maior qualidade de passe e poder de finalização. Aos 33 minutos, Guilherme bateu falta com muita categoria e Klever conseguiu tocar com a ponta dos dedos para escanteio. Para decepção dos rubro-negros, ficou nisso e o Sport perdeu mais uma chance de vencer em casa.  

Ficha do jogo

Sport 1
Mailson; Raul Prata, Adryelson (Éder Ferreira), Rafael Thyere e Guilherme Lazaroni; Ronaldo, Charles, Ezequiel (Guilherme), Leandrinho e Yan; Hernane Brocador (Elton). Técnico: Guto Ferreira.

Guaran 1
Jefferson Paulino (Klever), Bruno Souza, Ferreira, Luiz Gustavo e Diego Giaretta; Deivid, Ricardinho, Igor Henrique e Vitor Feijão (Arthur); Davó e Michel Douglas (Deivid Souza). Técnico: Roberto Fonseca.

Local: Arena de Pernambuco (em São Lourenço da Mata). Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ). Assistentes: Carlos Henrique Cardoso de Souza e Gabriel Conti Viana (ambos de RJ). Gols: Yan (aos 18 do 1ºT) e Davó (aos 36 do 1ºT). Cartões amarelos: Adryelson e Elton (Sport). Ferreira (Guarani). Público: 18.403. Renda: R$243.491 

 

Veja também

Aliviado, Kleina vê vitória como fator para 'readquirir confiança'
Náutico

Aliviado, Kleina vê vitória como fator para 'readquirir confiança'

Sai, zica! Náutico encerra jejum e bate Oeste fora de casa
Série B

Sai, zica! Náutico encerra jejum e bate Oeste fora de casa