Sport está na lista dos clubes mais valiosos da América

Leão tem valor de mercado de R$ 51,4 milhões

Ato pediu afastamento da vereadora da presidência da Comissão de Direitos HumanosAto pediu afastamento da vereadora da presidência da Comissão de Direitos Humanos - Foto: Divulgação

O ranking da revista Forbes definiu os 50 clubes mais valiosos da América, levando em conta o valor dos jogadores, o dinheiro recebido por cotas de televisão, o custo do estádio (se for da instituição) e o valor da marca. O Corinthians lidera a lista, seguido por Palmeiras e Grêmio completando o top 3. Do Nordeste, aparece apenas um representante: o Sport. O Leão é o 50°, com valor de R$ 51,4 milhões.  

O Corinthians lidera a lista com o valor de 532,7 milhões de dólares. A Forbes cita o balanço financeiro de 70 milhões de dólares divulgado pelo clube, ressalta que é o time que mais ganha de direitos de televisão, publicidade e venda de camisas. Ainda ressalta que o estádio é o mais caro da América, o que ajudou a posicionar o Corinthians em primeiro lugar.

Em segundo, o Palmeiras com valor de 480 milhões de dólares; seguido pelo Grêmio com 320,9 milhões de dólares. Sobre o Palmeiras, a revista ressalta que não foram anos fáceis para o Palmeiras, mas que o caminho começa a se acertar. A Forbes cita os rebaixamentos da equipe e o título da Copa do Brasil e ressalta que é o time com mais títulos do país. Além disso, o Allianz Parque impulsiona o Palmeiras para a vice-liderança da lista. "É um dos mais modernos da América Latina". A quantidade de sócios também ajudam o Palmeiras a conquistar o segundo lugar da lista.

Já no Grêmio, é ressaltado o valor dos jovens jogadores que o time possui, como Luan: "entre janeiro e setembro de 2016, o valor do atleta passou de 6,1 milhões de dólares para 13,4 milhões de dólares.

Confira a lista completa:

1) Corinthians - 532, 7 milhões de dólares
2) Palmeiras - 480,1 milhões de dólares
3) Grêmio - 320,9 milhões de dólares
4) Guadalajara (México) - 273, 1 milhões de dólares
5) Monterrey (México) - 270 milhões de dólares
6) Los Angeles Galaxy (EUA) - 265 milhões de dólares
7) Seattle sounders (EUA) - 260 milhões de dólares
8) New York FC (EUA) - 255 milhões de dólares
9) Orlando City (EUA) - 240 milhões
10) Houston (EUA) - 215 milhões
11) São Paulo - 188, 3 milhões
12) América (México) - 187,6 milhões
13) Portland Timbers (EUA) - 185 milhões
14) Toronto (Canadá) - 180 milhões
15) Sporting Kansas City (EUA) - 165 milhões
16) Chicago Fire (EUA) - 160 milhões
17) Internacional - 158,7 milhões
18) New England Revolution - 158 milhões
19) Santos (México) - 155, 9 milhões
20) FC Dallas (EUA) - 148 milhões
21) River Plate (Argentina) - 146, 8 milhões
22) San José (EUA) - 146 milhões
23) Philadelphia (EUA) - 145 milhões
24) New York Red Bulls - 144 milhões
25) Atlético-PR - 141,5 milhões
26) DC United - 140 milhões
27) Flamengo - 128,3 milhões
28) Montreal Impact (Canadá) - 128 milhões
29) Boca Juniors - 125,6 milhões
30) Vancouver - 125 milhões
31) Tijuana México - 121 milhões
32) Pumas (México) - 113, 5 milhões
33) Columbus Crew - 108 milhões
34) Santos (Brasil) - 111, 7 milhões
35 Real Salt Lake - 108 milhões
36) Deportivo Cali (Colômbia) - 107, 1 milhões
37) Colorado Rapids - 105 milhões
38) Cruzeiro - 102,5 milhões
39) Atlético-MG - 99,1 milhões
40) Independiente - 85,1 milhões
41) Tigres - 79 milhões
42) Pachuca - 78 milhões
43) Fluminense - 75,4 milhões
44) San Lorenzo - 73,3 milhões
45) América-MG - 66,3 milhões
46) Toluca - 63, 8 milhões
47) Colo-Colo - 60,4 milhões
48) Cruz Azul - 60,1 milhões
49) León - 52,3 milhões
50) Sport Recife - 51,4 milhões

 

Veja também

Juninho Lola lamenta gol no fim: 'Empate caiu do céu para o Cruzeiro'
Náutico

Juninho Lola lamenta gol no fim: 'Empate caiu do céu para o Cruzeiro'

Hamilton diz que aposentadoria está próxima, mas pretende correr em 2021
Fórmula 1

Hamilton diz que aposentadoria está próxima, mas pretende correr em 2021