Sport joga mal, mas estreia com vitória no Nordestão

Atuando em casa, Leão vence Sampaio Corrêa por 1x0

Lance de jogo do SportLance de jogo do Sport - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Não foi o começo dos sonhos para os rubro-negros, mas o que valeu foi a vitória na estreia da Copa do Nordeste, diante do Sampaio Corrêa, na noite desta quarta-feira (25). O placar magrinho de 1x0 reflete bem o nível técnico dentro de campo. Com o triunfo diante dos maranhenses, os leoninos deram a largada na competição liderando o Grupo C, que conta ainda com River/PI e Juazeirense/BA, que se enfrentam nesta quinta-feira (26). O Leão volta a campo neste sábado (28), na Ilha do Retiro, na estreia pelo Campeonato Pernambucano 2017.

Sobre o duelo contra Sampaio, o clima não era de um jogo importante. Com o horário atípico de 18h45, muita gente deixou para chegar na Ilha do Retiro já com a bola rolando. E nas arquibancadas, o questionamento principal era: como o Sport vai jogar sem Diego Souza? Com o camisa 87 servindo à Seleção Brasileira, o treinador Daniel Paulista centralizou Everton Felipe e acionou Marquinhos no lado direito ofensivo. Enquanto alguns lutavam contra o trânsito para chegar ao estádio e outros ainda voltavam do banheiro ou das lanchonetes conversando, Ronaldo Alves abriu o placar. Com apenas dois minutos de bola rolando, Marquinhos cobrou falta na área e o zagueiro cabeceou firme para fazer 1x0. Assustado e frágil, o Sampaio não conseguia passar do meio de campo com a bola dominada.

Senhor dos minutos iniciais, o Leão comandava as ações e só não ampliou por falta de competência e algumas vezes por um certo desinteresse, num excesso de confiança com jogadas plásticas e pouco objetivas. Ao todo, foram seis chances de fazer o segundo, mas sem sucesso, com Rogério, Rithelly e Leandro Pereira desperdiçando as melhores. Inclusive, o atacante deixou novamente o gramado antes do término do primeiro tempo, preocupando a torcida após levar uma pancada no quadril. De tanto preciosismo e falta de objetividade, o Sport quase foi punido aos 45 minutos, quando Valderrama acertou uma bomba na trave de Magrão, já batido no lance.

Na segunda etapa, algum sonífero ou talvez uma feijoada foi servida nos vestiários. Durante quase todos os 45 minutos finais, apenas lance de perigo surgiu. Errando muito, o Sport não conseguia chegar com perigo. Já os maranhenses esbarravam na própria inferioridade técnica e também não conseguiam flertar com o empate. Além disso, os leoninos sentiram de forma latente a ausência de Diego Souza, com Everton Felipe apagada na segunda etapa. Por volta dos 25 minutos, Daniel Paulista acionou Neto Moura no lugar de Everton Felipe para tentar mudar o quadro e ganhar em passe e chutes de média distância, mas não funcionou. Aos 39, Lenis tocou para Neto Moura chutar e o goleiro fazer grande defesa. Fim de jogo, três pontos e algumas vaias tímidas na conta leonina. 

Ficha do jogo

SPORT 1

Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Renê; Ronaldo, Rithley, Marquinhos, Everton Felipe e Rogério (Wallace);Leandro Pereira (Lenis). Técnico: Daniel Paulista

SAMPAIO CORRÊA 0
Jean; Artur (Guilherme), Brenno, Otávio e Esquerdinha; Alex, Diego Valderrama, Clóvis; Fernandinho, Henrique (Felipe Costa) e Carlos Alberto (Cleitinho). Técnico: Vinicius Saldanha
Local: Ilha do Retiro (Recife).
Árbitro: Renan Roberto de Souza (PB).
Assistentes: Tomaz Diniz de Araújo e Márcio Freire Lopes (ambos da PB).
Gol: Ronaldo Alves (aos 2 do 1ºT).
Cartão amarelo: Carlos Alberto (Sampaio).
Cartão vermelho: Esquerdinha (Sampaio).
Público: 5.475.
Renda: R$ 92.910,00.

Veja também

Após City, outros quatro ingleses anunciam retirada da Superliga
Superliga

Após City, outros quatro ingleses anunciam retirada da Superliga

Thiago Neves treina e pode reforçar Sport contra o Retrô
Sport

Thiago Neves treina e pode reforçar Sport contra o Retrô