Sport: meias são 'concorrentes' em caminhos opostos

Antes contestado, Gabriel virou espécie de Curinga, enquanto Everton Felipe sofre para se firmar como protagonista do Sport.

Gabriel e Everton Felipe vivem situações opostas  Gabriel e Everton Felipe vivem situações opostas  - Foto: Arquivo Folha

Resolvido dentro de campo, o mundo da bola guarda boas surpresas no decorrer do tempo. O que é promessa hoje pode não se concretizar amanhã e, o que inicialmente é visto como peça descartável, pode se tornar indispensável. Principalmente com treinadores que não se apegam ao nome do jogador, mas sim ao que ele vem produzindo nas quatro linhas, como é o caso do treinador Sport, Claudinei Oliveira. Dois exemplos claros no atual elenco são os meias Gabriel e Everton Felipe. O primeiro chegou de forma discreta na Ilha do Retiro. Bastante criticado nas primeiras atuações, quando atuava aberto pela direita, ainda sob o comando de Nelsinho Baptista, Gabriel foi crescendo com os jogos e passando a atuar mais centralizado com Claudinei, ajudando mais a também fechar os espaços na marcação. O segundo é uma grande promessa na Ilha do Retiro, mas vem sofrendo para se firmar como protagonista.

Leia também:
Vaza imagem de suposto uniforme do Sport da Under Armour

Enquanto Gabriel virou uma espécie de "Curinga" no Sport e deve ser deslocado para atuar como segundo volante, diante do Ceará, na próxima quarta-feira, Everton vem fazendo reforço muscular e ainda não tem data exata para ficar à disposição para atuar, segundo o Departamento Médico. Aos 20 anos, com contrato até o fim de 2022 e uma multa rescisória estipulada em cerca de R$ 40 milhões, Everton Felipe é apontado por muitos como possível sucessor de Diego Souza. Porém, o meia sofreu uma grave lesão no ligamento do joelho esquerdo, ano passado, e ainda não conseguiu uma boa sequência. Até agora, foram oito jogos desde que retornou da contusão, no dia 21 de março, contra o Central, sendo apenas um como titular, diante do Corinthians. "Everton Felipe apresentou desconforto muscular e achamos melhor fazer um trabalho preventivo para que ele não venha a desenvolver uma futura lesão. O quadro dele é compatível com um jogador em pós-operatório”, explicou Rodrigo Pérez, médico do Sport.

Do outro lado, aos 28 anos, Gabriel decidiu trocar o Flamengo, já que não vinha tendo espaço, e fica por empréstimo até o fim desta temporada. Com apenas Fellipe Bastos como volante de origem, Claudinei Oliveira já sinalizou que o meia irá exercer a função deixada por Deivid, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, diante do Ceará. "Já venho jogando assim há um bom tempo, desde a época de Nelsinho, e para mim não tem problema. O intuito é ajudar, independente da função, procurar cumprir da melhor forma", disse Gabriel, em entrevista ao site oficial do Sport.

Uniforme

Apesar do sigilo adotado pelo marketing leonino, a nova camisa do clube teve imagens vazadas ontem. Com o símbolo da nova fornecedora de material Sport, a norte-americana Under Armour, as linhas horizontais vermelhas e pretas foram mantidas. O lançamento oficial deve ocorrer na próxima semana e os preços da peça variam entre R$ 229,90 e R$ 349,90.

 

Veja também

Casagrande critica omissão da CBF e Bolsonaro: 'Governo da morte, não da vida'
Opinião

Casagrande critica omissão da CBF e Bolsonaro: 'Governo da morte, não da vida'

Ministério Público denuncia 11 pessoas por incêndio no Ninho do Urubu
Futebol

Ministério Público denuncia 11 pessoas por incêndio no Ninho do Urubu