Sport precisa superar armadilha para permanecer na elite

Leão encara o pior ataque do Brasileirão em partida neste sábado

Maurício Rands (Pros) se apresentou como "alternativa à esquerda"Maurício Rands (Pros) se apresentou como "alternativa à esquerda" - Foto: Imprensa Rands 90

Cautela nunca faz mal a ninguém, já diriam os mais experientes. Na busca pela vitória que irá carimbar a sua permanência na elite do futebol nacional, o Sport tem a “simples” missão de bater o lanterna do Brasileirão neste sábado (26), às 19h (horário de Recife), no Independência.

Com derrotas em metade dos seus jogos, tendo perdido 23 vezes nas 36 rodadas, além de 51 gols tomados, outro ponto negativo impressiona no Coelho: apenas 21 tentos marcados. É disparado o pior ataque da Série A 2016, com o segundo pior sendo o Figueirense, que balançou as redes adversárias em 29 ocasiões. Sendo assim, tudo encaminhado para uma vitória fácil dos pernambucanos, certo? Nem tanto. Nesta reta final, mesmo virtualmente rebaixado, os mineiros bateram Atlético/PR e São Paulo, atuando também em seus domínios. Com 43 pontos, o Leão ocupa a 15ª colocação.

Caso vença, chegará aos 46 e não poderá ser alcançado pelo Internacional, 17º, que possui 39 e só chegaria aos 45 no máximo nestas últimas duas rodadas de competição.

Além da “armadilha” que pode ser encarar o lanterninha, o treinador Daniel Paulista recebeu um problema de última hora para o novo “jogo do fico”. Poupado durante a semana por cansaço muscular, o atacante Rogério subiu ao gramado do Centro de Treinamento José Médicis, em Paratibe, apenas ontem, no treinamento pela manhã.

Porém, logo no começo das atividades ele se queixou de dores abdominais e foi vetado pelo Departamento Médico. Pelo que trabalhou durante a semana, o comandante leonino não vai escalar Everton Felipe, como seria o mais provável rodadas atrás, mas sim Apodi avançado pelo lado direito. Nos treinamentos das últimas quarta e quinta-feiras, ele testou o time titular com Samuel Xavier e Apodi por este lado, com Everton treinando sempre entre os reservas, enquanto Rogério tentava se recuperar. “Claro que perdemos muito, pois Rogério vinha fazendo um bom campeonato. É um jogador que vem se mostrando importantíssimo ali na frente tanto na definição como na abertura dos espaços. Mas tenho confiança em quem está entrando”, comentou Daniel.

Com os “alertas” dados por Atlético/PR e São Paulo, os jogadores rubro-negros adotaram durante toda a semana um discurso de completo respeito ao lanterninha. Mais experiente do elenco, o goleiro Magrão foi um dos que abordou esse assunto. “Eu já vi de tudo no futebol e tenho certeza de que se nós não entrarmos focados na partida a situação vai complicar. Todos são profissionais e querem honrar o seu nome”, ressaltou.

América/MG
Na sua despedida em casa deste Brasileirão, encerrando a participação contra o Santos, na Vila Belmiro, o Coelho quer dar uma última alegria aos seus torcedores. Rebaixado, o time subiu ano passado e não conseguiu se manter na Série A. Já em clima de fim de festa, a diretoria mineira já encaminhou a dispensa de seis atletas nesta semana. Sobre o time que vai encarar o Sport, o lateral Osman retorna após se recuperar de lesão. Já o meia Matheusinho, um dos poucos destaques do time neste campeonato, foi vetado pelos médicos.

Veja também

Vinícius avalia evolução na carreira e diz que Náutico pensa em acesso
Futebol

Vinícius avalia evolução na carreira e diz que Náutico pensa em acesso

Com jogos no Santos Dumont, Brasileiro de Beach Soccer começa nesta quarta
Beach Soccer

Com jogos no Santos Dumont, Brasileiro de Beach Soccer começa nesta quarta