Sport renova até 2021 com Maílson, possível sucessor de Magrão

Aos 22 anos e apontado como o substituto do ídolo Magrão, jovem Maílson renovou contrato por mais três anos com o Sport

Jovem goleiro Maílson, do Sport, renovou contrato nesta quarta-feira (23) até 2021Jovem goleiro Maílson, do Sport, renovou contrato nesta quarta-feira (23) até 2021 - Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

A negociação entre Sport e Maílson teve um final feliz nesta quarta-feira (23), com o anúncio oficial de renovação de contrato do goleiro até o final de 2021. Aos 22 anos, Maílson é apontado como sucessor do veterano Magrão e tinha vínculo com o Leão se encerrando no final desta temporada. Após três jogos como titular neste Brasileirão, Maílson não apenas ganhou a confiança da diretoria leonina como também a fez diminuir vertiginosamente o ritmo de procura por um novo goleiro para o elenco.

Leia também:
O dilema de Claudinei na escolha entre Magrão e Maílson
Sport ainda busca lateral-esquerdo, maior obstáculo no ano
Por contrato, Sport não terá Michel Bastos contra o Palmeiras
Carlos Henrique vive turbilhão de mudanças no Sport
Evitando cálculos, Claudinei tenta recuperar índice no Sport

Na Ilha do Retiro desde 2014, o jovem arqueiro vinha negociando com a diretoria leonina já fazia ao menos uma semana. Após algumas conversas sobre tempo de contrato e projeção salarial baseada em metas estipuladas para o goleiro, com a ideia de mantê-lo sempre motivado, enfim veio a assinatura do contrato. “É mais um sonho por tudo que vivi até aqui. Fico feliz e queria agradecer ao Sport pela confiança no meu trabalho. É um grande clube, que me acolheu, e graças a Deus está dando tudo certo. Estou vendo um futuro para mim e podem confiar que vou continuar me dedicando bastante nos treinos e nos jogos”, disse Maílson, em entrevista ao site oficial do Sport.

A história de goleiro se resume muito bem com a máxima de “estar no lugar certo na hora certa”. Isso porque após uma lesão no joelho direito de Magrão, dias antes do começo do Brasileirão 2018, quem assumiu a posição naturalmente foi o reserva Agenor. Porém, logo na estreia da Série A, o Sport foi atropelado pelo América/MG, com Agenor tendo uma atuação ruim. Na ocasião, o então treinador Nelsinho Baptista sacou Agenor da equipe e promoveu a entrada de Maílson, que tinha feito apenas um jogo no time profissional, diante do Salgueiro, no Pernambucano do ano passado, quando o Leão usou apenas jogadores do Sub-20.

E no empate diante do Botafogo e nas vitórias contra Paraná e Bahia, Maílson conseguiu uma atuação segura, inclusive sendo bastante elogiado pela reposição de bola e pelo comando comunicativo com o sistema defensivo. “É um prêmio a quem se dedica, a quem trabalha, à base forte. Quando foi acionado ele deu conta do recado e nada mais justo do que a nossa diretoria fazer um esforço grande para mantê-lo aqui. O trabalho do nosso vice-presidente de futebol foi fundamental, e a gente fez uma renovação por um longo período, estipulando metas, para que ele se sinta cada vez mais motivado”, disse o diretor de futebol, Leonardo Lopes, em entrevista ao site oficial do Sport.

Veja também

Com Louzer de olho, Sport visita Sete de Setembro, pelo Estadual
Campeonato Pernambucano

Com Louzer de olho, Sport visita Sete de Setembro, pelo Estadual

Com VAR, Clássico das Multidões será marcado por encontro entre opostos
Campeonato Pernambucano

Com VAR, Clássico das Multidões será marcado por encontro entre opostos