Sport visita Danubio/URU em busca de classificação na Sul-Americana

Precavido, Leão joga no Centenário, em Montevidéu, para selar classificação à segunda fase da Sul-Americana

Everton Felipe foi autor de um gol e um passe no jogoEverton Felipe foi autor de um gol e um passe no jogo - Foto: Anderson Stevens/Arquivo Folha

Instituída como uma das prioridades na Praça da Bandeira nos últimos anos, a “internacionalização” da marca virou praticamente uma obsessão no Sport. Porém, até agora pouca evolução na missão de conquistar novos territórios. Em quatro participações na Copa Sul-Americana, o time caiu em duas ainda na fase nacional, para Vitória (2014) e Santa Cruz (2016) e nas outras duas não passou da primeira etapa internacional, sendo desclassificado por Libertad (2013) e Huracán (2015).

Nesta quinta-feira (11), o time tem a chance de começar a mudar essa história, já que encara o Danubio/URU, às 21h45, no lendário estádio Centenário, em Montevidéu, no segundo e decisivo duelo. Com os 3x0 aplicados no jogo de ida, na Ilha do Retiro, os pernambucanos podem perder por até dois gols de diferença que carimbam vaga para a segunda fase. Caso anotem um gol, o revés pode ser de até três gols, já que na disputa há o critério de gols marcados fora de casa. Pela atual fórmula, a “fase nacional” foi extinta e todos os times já começam misturados nesta Primeira Fase.

Destaques no excelente placar construído na Ilha do Retiro, o volante Rithely e o meia Diego Souza estão fora do confronto desta noite, mas por motivos distintos.

Com a vantagem no placar, o técnico Ney Franco, juntamente com o Departamento Médico, resolveu poupar três atletas, sendo eles o lateral-direito Samuel Xavier, atacante Juninho e o próprio Rithely. O trio acusou um cansaço muscular. Já DS87 ainda sente dores na coxa esquerda e vem se tratando, assim como Ronaldo Alves e Leandro Pereira. A expectativa é que Diego retorne apenas na final da Copa do Nordeste, contra o Bahia, na próxima quarta-feira (17). Na lateral, Raul Prata é o escolhido para o lugar de Samuel Xavier. No meio, Rodrigo e Everton Felipe devem entrar nas vagas de Rithely e Diego Souza, com o Leão mantendo o esquema com três zagueiros. No treinamento de ontem, já no Uruguai, o comandante rubro-negro realizou apenas um recreativo e manteve o mistério.

Apesar dos desfalques, o treinador leonino deixa claro que não poupou por uma questão de “salto alto” pela vantagem que carregou para o Uruguai. Segundo Ney Franco, o placar é traiçoeiro. “O perigo surge quando você acha que está tudo ganho. Se pensarmos assim há uma grande chance de cairmos na armadilha deles. Além de ser um placar reversível, conhecemos bem a raça dos uruguaios”, comentou.

Danubio
Em temporada complicada em termos de resultados, o time uruguaio mostrou uma leve evolução se comparado ao primeiro jogo contra o Sport, no último 04 de abril. Se naquela ocasião o Danubio havia vencido apenas uma partida em nove rodadas do Campeonato Uruguaio, a situação melhorou com dois triunfos nos últimos cinco compromissos. A situação ainda é delicada, já que o clube ocupa a 11ª colocação de um total de 16 participantes.

FICHA DE JOGO

Danubio/URU

Salvador; Diogo Silvestres, Leandro Fernandéz, Malrecheauffe e Lucas Olaza; Augustin Peña, Zarfino, Rodrigo Fernandéz, e Ignácio González; Johnathan dos Santos e Arroyo. Técnico: Mastón Machado.

Sport
Magrão; Raul Prata, Matheus Ferraz, Durval e Mena; Fabrício, Ronaldo e Rodrigo; Everton Felipe (Lenis ou Fábio) e Rogério; André. Técnico: Ney Franco.

Local: Centenário (Montevidéu).
Horário: 21h45. Árbitro: Eduardo Gamboa (Chile). Assistentes: Raul Orellana e Edson Cisternas (ambos do Chile). Transmissão TV: Sportv.

Veja também

Kevyn testa positivo para Covid-19 e desfalca Náutico
Futebol

Kevyn testa positivo para Covid-19 e desfalca Náutico

Casagrande critica omissão da CBF e Bolsonaro: 'Governo da morte, não da vida'
Opinião

Casagrande critica omissão da CBF e Bolsonaro: 'Governo da morte, não da vida'