Sport volta a ficar com corda no pescoço na luta contra degola

Com vitória do Inter, Leão volta a ficar com corda no pescoço na luta contra degola para Série B

Maurício Rands (Pros) fez panfletagem da ImbiribeiraMaurício Rands (Pros) fez panfletagem da Imbiribeira - Foto: Divulgação

 

Quinze minutos. Esse era o tempo que faltava para o encerramento do jogo entre Internacional e Cruzeiro, no Beira-Rio. O resultado de 0x0 decretava o rebaixamento do time gaúcho e, consequentemente, livrava o Sport do risco de queda para a Série B. O alívio, ainda que de forma indireta, estava próximo. Mas aí Valdívia recebeu com liberdade no meio-campo. Os olhos dos rubro-negros ficaram esbugalhados.

 “Tira”, “fecha”, “não deixa chutar” e tantos outros comandos vindos do Recife não foram ouvidos pelos cruzeirenses. O chute foi no ângulo. Rafael saltou, mas não alcançou a bola. Felicidade no Sul, tensão no Nordeste. Os leoninos, que sonhavam em terminar a rodada final do Brasileirão na tranquilidade, precisaram voltar à dura realidade dos cálculos contra o descenso.

Com o triunfo por 1x0, o Colorado, 17° colocado, chegou aos 42 pontos e colocou a corda no pescoço do Leão, que tem dois a mais. Entre eles, está o Vitória (16° colocado), que joga hoje diante do Coritiba. Chamar o duelo diante do Figueirense de “final” não será uma hipérbole para o Sport.

 

Veja também

Bahia, São Paulo e Vasco conhecem adversários da Copa Sul-Americana
Sulamericana

Bahia, São Paulo e Vasco conhecem adversários da Copa Sul-Americana

Com mais testes, elenco do Santa vai se pondo sob medida para o 'estilo Martelotte'
Santa Cruz

Com mais testes, elenco do Santa vai se pondo sob medida para o 'estilo Martelotte'