Jovem goleiro Maílson, do Sport, renovou contrato nesta quarta-feira (23) até 2021
Jovem goleiro Maílson, do Sport, renovou contrato nesta quarta-feira (23) até 2021Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

A negociação entre Sport e Maílson teve um final feliz nesta quarta-feira (23), com o anúncio oficial de renovação de contrato do goleiro até o final de 2021. Aos 22 anos, Maílson é apontado como sucessor do veterano Magrão e tinha vínculo com o Leão se encerrando no final desta temporada. Após três jogos como titular neste Brasileirão, Maílson não apenas ganhou a confiança da diretoria leonina como também a fez diminuir vertiginosamente o ritmo de procura por um novo goleiro para o elenco.

Leia também:
O dilema de Claudinei na escolha entre Magrão e Maílson
Sport ainda busca lateral-esquerdo, maior obstáculo no ano
Por contrato, Sport não terá Michel Bastos contra o Palmeiras
Carlos Henrique vive turbilhão de mudanças no Sport
Evitando cálculos, Claudinei tenta recuperar índice no Sport

Na Ilha do Retiro desde 2014, o jovem arqueiro vinha negociando com a diretoria leonina já fazia ao menos uma semana. Após algumas conversas sobre tempo de contrato e projeção salarial baseada em metas estipuladas para o goleiro, com a ideia de mantê-lo sempre motivado, enfim veio a assinatura do contrato. “É mais um sonho por tudo que vivi até aqui. Fico feliz e queria agradecer ao Sport pela confiança no meu trabalho. É um grande clube, que me acolheu, e graças a Deus está dando tudo certo. Estou vendo um futuro para mim e podem confiar que vou continuar me dedicando bastante nos treinos e nos jogos”, disse Maílson, em entrevista ao site oficial do Sport.

A história de goleiro se resume muito bem com a máxima de “estar no lugar certo na hora certa”. Isso porque após uma lesão no joelho direito de Magrão, dias antes do começo do Brasileirão 2018, quem assumiu a posição naturalmente foi o reserva Agenor. Porém, logo na estreia da Série A, o Sport foi atropelado pelo América/MG, com Agenor tendo uma atuação ruim. Na ocasião, o então treinador Nelsinho Baptista sacou Agenor da equipe e promoveu a entrada de Maílson, que tinha feito apenas um jogo no time profissional, diante do Salgueiro, no Pernambucano do ano passado, quando o Leão usou apenas jogadores do Sub-20.

E no empate diante do Botafogo e nas vitórias contra Paraná e Bahia, Maílson conseguiu uma atuação segura, inclusive sendo bastante elogiado pela reposição de bola e pelo comando comunicativo com o sistema defensivo. “É um prêmio a quem se dedica, a quem trabalha, à base forte. Quando foi acionado ele deu conta do recado e nada mais justo do que a nossa diretoria fazer um esforço grande para mantê-lo aqui. O trabalho do nosso vice-presidente de futebol foi fundamental, e a gente fez uma renovação por um longo período, estipulando metas, para que ele se sinta cada vez mais motivado”, disse o diretor de futebol, Leonardo Lopes, em entrevista ao site oficial do Sport.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: