Candidato Eduardo Carvalho lançou oficialmente a chapa "Uma Razão para Viver".
Candidato Eduardo Carvalho lançou oficialmente a chapa "Uma Razão para Viver".Foto: Flávio Adriano/Divulgação

Fim do Campeonato Brasileirão e todo o foco na Praça da Bandeira se volta para as eleições do dia 18 de dezembro, que irá eleger o novo bloco político que irá comandar o Sport no biênio 2019/2020. Na tarde desta terça-feira (04), a chapa “Uma Razão para Viver” realizou o seu lançamento oficial, sendo uma das duas registradas até o momento para o pleito.

Encabeçada pelo advogado Eduardo Carvalho, que tentará a cadeira maior do Executivo, tendo Bruno Lacerda como vice. Já Leonardo Coelho concorre ao Conselho Deliberativo, com Paula Guimarães, filha do ex-presidente Silvio Guimarães, pleiteando a vice-presidência do órgão.

Leia também:
Situação desiste e oposição lança nova chapa no Sport
Rebaixamento deixa futuro preocupante à vista no Sport
Melhor lateral-esquerdo, Renê lamenta queda do Sport
Diretor do Sport relativiza problema dos salários atrasados

Com militância política de longa data na Ilha do Retiro, também desenhada em cargos como vice-presidente jurídico e vice-presidente administrativo, Eduardo Carvalho é figura conhecida nos bastidores, apesar de nunca ter exercido um cargo majoritário. Crítico ferrenho da atual gestão do clube, o candidato se mostrou preocupado com a transparência das finanças do Sport. Por isso, pede que uma auditoria seja feita. “Susto nós já estamos tendo desde o início do ano. Precisamos saber o tamanho desse susto que auditoria irá revelar. E deixo claro que não quero usar isso como desculpa de uma ‘herança maldita’ que muitos usam depois. A intenção é que o sócio saiba desde a situação exata desde o primeiro dia para depois ajudar”, explicou Eduardo.

Ainda em críticas à atual gestão, o candidato da chapa “Uma Razão para Viver” revelou uma das práticas que pretende acabar no clube. “Nossa chapa, por exemplo, exige o profissionalismo. Não vou levar para vestiário amigos meus. Vestiário não é lugar social para bater papo com os atletas”, deu o exemplo.

Na noite da última segunda-feira (03), o candidato da situação, Augusto Carreras, anunciou a retirada da sua candidatura. Segundo a nota lançado pelo ex-diretor de futebol, a decisão foi tomada para evitar uma “polarização ainda maior na situação política do clube”. Com essa saída, a disputa ficará apenas entre Eduardo Carvalho e Milton Bivar.

Ex-vice-presidente jurídico da gestão Milton Bivar, em 2007 e 2008, Eduardo Carvalho descartou qualquer acordo para uma composição de chapa única. “Nós somos o único bloco de oposição dessa eleição. As outras chapas se confundem. Não existe possibilidade de composição”, afirmou Eduardo.  

veja também

comentários

comece o dia bem informado: