Volante Ronaldo, do Sport
Volante Ronaldo, do SportFoto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

Vai ano, começa ano e a expectativa é grande em relação ao aproveitamento dos jogadores formados nas categorias de base do Sport. Em geral, o começo da temporada é a grande vitrine para esses jovens aparecerem, já que os medalhões começam sendo poupados e demoram um pouco a engrenar na forma física. Neste ano, a coisa é um pouco mais diferente. Sem dinheiro para conseguir contatar jogadores famosos, de peso, a diretoria leonina já avisou que irá dar prioridade aos garotos da base em toda a gestão, não apenas no começo da temporada.

Grandes exemplos do aproveitamento “momentâneo” na Ilha do Retiro são os volantes Ronaldo, Neto Moura e Thallyson, o lateral-esquerdo Evandro e os atacantes Pablo Pardal e Juninho. Todos eles tiveram algumas chances, mas nunca conseguiram uma grande sequência como titulares no clube. Alguns até saíram emprestados para outros clubes para pegar mais experiência, mas continuaram oscilando após retornarem ao Sport.

Leia também:
Sport acerta saída de Lenis e segue enxugando folha
Sport vai divulgar detalhes das negociações através de site
Milton Cruz observa atletas da base e avalia Élton no Sport

Ex-promessa, Ronaldo chega aos 24 anos tentando se firmar como titular no clube que o formou.  Por isso, enxerga 2019 como um ano especial na sua carreira. “Me vejo hoje numa responsabilidade maior que dos últimos anos por ser um dos mais antigos do clube. Quero passar isso para dentro de campo, não ficar só nas palavras, e que o treinador e os torcedores possam estar vendo meu futebol e confiar no meu trabalho”, comentou Ronaldo, em entrevista ao site oficial do Sport.

Aos 22 anos, Thallyson e Neto Moura são mais dois exemplos de jovens que já deveriam ter “estourado”, mas que ainda não conseguiram deixar a sombra de “garotos da base” para se firmar entre os profissionais titulares.

Também com 22 anos, o goleiro Maílson pede paciência da torcida com os pratas-da-casa. “Eu posso falar porque vim da base do Sport, assim como Adryelson, que também terminou o ano jogando. Isso mostra o quanto a base do Sport é forte. Nós temos um elenco muito qualificado, mas a torcida terá que ter um pouco de paciência também no início, já que não temos tantos jogadores experientes como no ano passado”, finalizou.  

veja também

comentários

comece o dia bem informado: