Meia Pablo Pardal renovou contrato até o final de 2022.
Meia Pablo Pardal renovou contrato até o final de 2022.Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

Aos poucos, o Sport vai conseguindo arrumar a casa. Vindo de um rebaixamento nacional e vivendo uma crise financeira ainda em aberto, a diretoria leonina atual vem conseguindo resolver os problemas aos poucos. Nesta segunda-feira (25), os dirigentes rubro-negros confirmaram a renovação de contrato com dois pratas-da-casa. O lateral-direito Elias e o meia Pablo Pardal assinaram vínculo até o final de 2022. No caso de Elias, o clube matou dois coelhos numa cajadada só, já que o jovem atleta havia acionado o clube na Justiça do Trabalho, no final do ano passado.

Aos 19 anos, Elias se destacou na base do Sport em 2016. No ano seguinte, fez a sua estreia no profissional, num jogo contra o Salgueiro, quando o Leão utilizou os seus atletas sub-23, pelo Campeonato Pernambucano. Em 2018, fez uma excelente Copa São Paulo e chegou a ficar no banco em três ocasiões no Brasileirão da Série A, mas não foi acionado.

Alegando dois meses de salários atrasados e 18 meses sem recolhimento de FGTS, além do não pagamento do 13º salário, Elias entrou na justiça pedindo um valor de R$ 90 mil ao clube. Após algumas conversas, a negociação teve um desfecho feliz para as duas partes e Elias retirou a ação e renovou até 2022.

Leia também:
Guto prega cautela depois de goleada do Sport
Sport vence Petrolina e garante vaga na semifinal do PE
Nelsinho elogia Pardal: "Lembra muito o biotipo de Leonardo"
Dívida e nova realidade do Sport: Bivar explica nova cota

Assim como o meia Pablo Pardal. Prestes a completar 20 anos, o jogador surgiu em 2017 como grande revelação da base leonina. Em 2018, fez sua estreia no profissional, atuando numa partida pelo Pernambucano e uma no Brasileirão, na derrota por 1x0 para o Palmeiras, na Ilha do Retiro. Esse ano, atuou contra Flamengo de Arcoverde e Vitória, mas em seguida perdeu espaço.

Para o diretor de futebol, Nelo Campos, valorizar a base e esticar o vínculo com esses dois atletas foi um passo muito importante. “No caso de Elias ainda tinha esse agravante de ter uma ação na justiça. Agora, deu tudo certo e os dois estão tranquilos para trabalharem, continuam sendo patrimônio do Sport”, comentou Nelo.   

veja também

comentários

comece o dia bem informado: